Ainda na sessão desta terça-feira da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul, o vereador Jackson Ávila (MDB) informou na tribuna que está para ser lido no plenário o projeto de lei nº 141/2018 que pretende criar três cargos efetivos na Câmara de Vereadores.

O parlamentar se manifestou contrário ao projeto, de autoria da Mesa Diretora.

“Quero dizer, antes que a mídia se manifeste, eu sou contra esse projeto, porque nós pregamos aqui a economia, que queremos o melhor para o povo, que queremos investir na saúde, e quando vem um projeto que vai entrar nessa Casa de Leis dessa forma e depois não aconteça o que aconteceu em outros projetos que dizem que os vereadores dessa casa engavetaram o projeto quando ele perde a força”, declarou Ávila.

O vereador Arlindo Rincos (PSD) também se posicionou contra a proposta.

“Não vamos criar mais cargos nessa casa, senhor presidente, acho isso um absurdo, a população está clamando pra que a gente tenha menos gasto possível e o senhor presidente sempre diz que a nossa casa faz economia”, manifestou Rincos.

Por isso, o parlamentar pediu à Mesa Diretora que não apresente o projeto.

“Porque não cabe, não tem mais espaço hoje pra gente criar cabide de emprego dentro do órgão público. E eu vejo que essa parte do projeto 141, que é estrutura administrativa da Câmara de Vereadores, não precisa, não temos espaço”, completou o parlamentar, que considera suficiente o número de profissionais da Casa.

Quer receber as notícias no WhatsApp?

Região de Jaraguá do Sul - Clique aqui

Região de Joinville - Clique aqui

Região de Florianópolis -Clique aqui