A sala das comissões da CVJ (Câmara de Vereadores de Joinville) ficou completamente lotada, na tarde desta terça-feira (17). Na ocasião, os parlamentares discutiam o Projeto de Lei Ordinária 293/2017, de autoria do vereador Rodrigo Fachini (MDB), que prevê a instalação de sinais sonoros nos semáforos dos principais cruzamentos viários de Joinville. Participaram da reunião representantes da Ajidevi (Associação Joinvilense dos Deficientes Visuais), do Comde (Conselho Municipal de Direito da Pessoa Com Deficiência) e do Detrans (Departamento de Trânsito de Joinville). “São mais de 12mil pessoas com esse tipo de deficiência em Joinville, esse é um número muito alto, precisamos exigir da administração pública um olhar mais atento para com esses cidadãos” comentou o autor da matéria Rodrigo Fachini Ele completa dizendo que “o que para nós parece simples, corriqueiro, para eles será o diferencial”. “Precisamos fazer Joinville uma cidade adaptada, que com uma legislação que reafirme o direito da pessoa com deficiência visual de ir e vir. Penso que do ponto de vista legal o nosso projeto pode até ser discutível, porém acredito que ele esteja cumprindo o seu objetivo principal que é o de fazer com que o tema seja discutido não só aqui na Câmara de Vereadores, mas também no Executivo”, argumentou Fachini. O gerente do Detrans, Carlos da Cruz, salientou que o projeto de lei servirá como complemento da resolução 704/2017 do Conselho Nacional de Trânsito e falou que já há um planejamento para a melhoria em semáforos de 15 cruzamentos da cidade, que serão definidos em conjunto com os principais órgãos de interessados na causa da cidade. “Os processos licitatórios já foram iniciados e em breve será instalado um dispositivo experimental próximo ao terminal central”, complementa. O projeto teve o parecer favorável aprovado pelos membros da comissão, e deverá seguir para a comissão de cidadania. Se aprovado, o próximo passo é discussão e votação em plenário.