O presidente da Câmara de Vereadores de Indaial, Antônio Carlos Fink (PSDB), pediu afastamento do cargo nesta quarta-feira (26) alegando problemas de saúde. Na semana passada, o político foi preso em flagrante por suspeita de furto no Supermercado BIG, localizado no centro de Balneário Camboriú.

Na ocasião, Antônio foi liberado após pagar fiança na delegacia. Com o afastamento, assume a presidência interinamente o vereador Flávio Molinari (PSDB).

Em nota divulgada, a Mesa Diretora da Câmara de Indaial disse que se reuniu para analisar os ofícios recebidos da Polícia Civil de Balneário Camboriú. Confira na íntegra o comunicado:

"A Mesa Diretora da Câmara de Indaial se reuniu nesta data (26) para análise dos ofícios recebidos da Delegacia de Polícia de Balneário Camboriú e de bancada do MDB de Indaial.

Diante da solicitação de afastamento do presidente, vereador Antônio Carlos Fink, no final desta tarde, por motivos de saúde, assumiu a presidência interinamente o vereador Flávio Molinari, conforme preceituam a Lei Orgânica e o Regimento Interno da Câmara de Indaial.

A atual Mesa Diretora, por unanimidade, decidiu que os documentos recebidos serão encaminhados à Corregedoria da Casa, para conhecimento e providências que considerar cabíveis.

Por fim, a Câmara lamenta o ocorrido e ressalta que o assunto está tramitando no Poder Judiciário e que compete a este Poder o julgamento dos fatos."

Quer receber as notícias no WhatsApp?