Foto Matheus Wittkowski/OCP News
Foto Matheus Wittkowski/OCP News

Desde o surgimento do novo coronavírus no país, há cinco meses, a Prefeitura de Jaraguá do Sul tomou uma série de medidas para diminuir o impacto da doença no município.

Contratação de novos profissionais, mudanças de protocolo no atendimento, repasses aos hospitais para construção de UTI’s, produção própria de máscaras de proteção, compra de testes, criação de central telefônica para atendimento e diversas outras ações.

Novas medidas também continuam sendo tomadas diariamente. Uma das primeiras foi a criação de um Comitê Extraordinário de Combate à Covid-19, formado por diversas secretarias do Município e também por outros segmentos da sociedade, como Polícia Civil, Militar, OAB, Acijs, CDL e Câmara de Vereadores.

O objetivo, segundo o prefeito Antídio Lunelli, foi ter um olhar diversificado sobre a crise, o que facilita a tomada de decisões.

“Assim conseguimos ser mais assertivos. Analisamos números, tendências e diferentes pontos de vistas antes de decidir. São dias difíceis para todos, mas se olharmos os números, se compararmos, veremos que estamos sendo bastante eficientes”, diz Lunelli.

As ações, lembra a presidente do Comitê, Emanuela Wolff, englobam diferentes frentes. Um dos principais e mais importantes indicadores para medir o resultado é o índice de letalidade.

Jaraguá do Sul tem o menor índice de óbitos entre as 13 cidades catarinenses com mais de 100 mil habitantes. O índice atual é de 7,3 óbitos para cada 100 mil habitantes.

A média no Estado é de 14,6, quase o dobro do registrado aqui. Itajaí lidera as mortes por causa da doença, num índice que chega a 43.7 por 100 mil habitantes.

Participação da comunidade

Emanuela Wolff lembra que a participação comunitária e o espírito colaborativo sempre foram diferenciais de Jaraguá do Sul e isso tem sido um dos êxitos das políticas adotadas nesses cinco meses de combate.

O foco, segundo a presidente, é no melhor atendimento do munícipe, buscando um equilíbrio entre a economia e a saúde.

“São dias bastante difíceis. Perder vida é sempre muito triste e doloroso. Mas olhando o cenário estadual, nacional e até mundial temos certeza de que estamos trabalhando assertivamente. E não vamos descansar enquanto não vencermos esta batalha. Por isso, a participação de todos é essencial”, diz a presidente.

 

Acompanhe a evolução da pandemia de Covid-19 em Jaraguá do Sul aqui.

Com informações da assessoria de imprensa

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul