A Prefeitura de Indaial decretou nesta segunda-feira (18) a intervenção no Hospital Beatriz Ramos, alegando estado de calamidade pública e perigo eminente de paralisação dos serviços prestados pela principal unidade de saúde do município. A medida tem prazo inicial de 180 dias, com possibilidade de prorrogação. A atual secretária municipal de Saúde, Adriane Machado Ferrari, foi nomeada interventora e tomará as decisões inerentes ao hospital.

De acordo com a Prefeitura, os atendimentos à população e a manutenção dos profissionais que trabalham no local estão garantidos. A decisão tem como objetivo a adoção das providências necessárias para regularizar a situação financeira da entidade e melhorar a qualidade dos serviços prestados.

O hospital vem sendo acionado judicialmente por questões de natureza tributária, trabalhista e cível, envolvendo inclusive débitos decorrentes do não pagamento de salários e recolhimento do FGTS de seus funcionários, dívidas com fornecedores, entre outras questões. Há risco de que o terreno e o prédio da unidade sejam leiloados.