Foto: Arquivo/OCP Online
Foto: Arquivo/OCP Online
Em reunião na tarde desta quarta-feira, o prefeito Dieter Janssen e o secretário da Administração Ademar Possamai apresentaram ao Sindicato dos Servidores Públicos (Sinsep) proposta de reajuste salarial para a categoria. O objetivo é evitar a deflagração de uma greve. O governo propõe a reposição da inflação de abril a dezembro de 2015 no valor que fica em 6,77%, fechando o índice inflacionário do ano passado, sendo escalonado da seguinte forma: 2% na folha de maio, 2% na folha de outubro e 2,77% na folha de dezembro.
Segundo a Prefeitura, entre os fatores levados em consideração para o cálculo do reajuste está o comprometimento da folha, atualmente em 51,7%. Índice este que já está acima do limite prudencial de 51,3% previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). “Com o repasse do percentual de 6,77% na folha ao longo deste ano, a administração municipal terá de adotar outros medidas, além das adotadas ano passado e neste ano, para contenção de despesas e até anular despesas para absorver este impacto”, diz a nota enviada pela Prefeitura.
A proposta será analisada pelos servidores durante assembleia da noite de hoje convocada pelo Sinsep. O prazo legal para aprovação de negociações salariais deve ocorrer antes do dia 5 de abril deste ano, período de 180 dias antes das eleições.