O prefeito de Orleans, Jorge Luiz Koch (MDB), tomou posse como presidente da Associação de Municípios da Região Carbonífera (Amrec), em cerimônia ocorrida nesta quinta-feira à tarde. O prefeito de Orleans vai suceder o ex-prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin.

Em seu discurso de posse, o prefeito anunciou a apresentação da Unesc do plano de desenvolvimento regional, que deve acontecer no dia 28.

“Temos a missão de buscar as pautas positivas para a nossa região. Os 12 prefeitos, mensalmente, vão se reunir aqui na Amrec e vão discutir aquilo que é importante”, afirmou o novo presidente da Associação, que colocou a vacina contra a Covid-19 como a primeira pauta.

“O Governo, Federal e Estadual, tem a responsabilidade. Mas se não dar resultado, a Fecam e a Amrec já estiveram no Butatan apresentando a carta de intenção de compra”, comentou.

Ele ainda disse que a pauta da Amrec é extensa, pontuando sobre a cadeia produtiva do carvão, o projeto Recuperar, de manutenção das rodovias estaduais e o selo Sisbi, para que as agroindústrias consigam vender seus produtos para todo o Brasil.

O ex-prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin, conduziu a reunião, por ter sido o último presidente. Ele reforçou a importância da associação na busca das pautas regionais.

“Os problemas são quase todos os mesmos. E é aqui que vamos em busca da solução”, declarou, agradecendo aos colegas e aos servidores da Amrec e desejando sucesso aos prefeitos que vão estar à frente da Associação.

Koch será o quarto prefeito de Orleans na presidência da Amrec e o 38º a ocupar o cargo de presidente. Antes dele foram: Valmir José Bratti (2008), Jacinto Redivo (2012) e Marco Antonio Bortoncini Cascaes (2013).

Eleição

A eleição na Amrec funciona num rodízio entre os partidos. No primeiro ano de mandato, assume o partido com maior número de prefeitos. No caso o MDB, com cinco (Orleans, Balneário Rincão, Treviso, Lauro Müller e Cocal do Sul).

No segundo ano, o partido com maior número e, assim, sucessivamente. No caso PSDB e PP tem três prefeituras de casa, mas a soma da população favorece ao PSDB (Criciúma, Nova Veneza e Siderópolis), que deve assumir em 2022. O terceiro ano será do PP (Morro da Fumaça, Urussanga e Içara) e depois será o PSD, que tem a Prefeitura de Forquilhinha.

Histórico da Associação

A Amrec foi fundada em 25 de abril de 1983 com sete municípios: Criciúma, Içara, Lauro Müller, Morro da Fumaça, Nova Veneza, Siderópolis e Urussanga. Depois, os municípios de Forquilhinha, Cocal do Sul e Treviso passaram a fazer parte.

Em 18 de maio de 2004, a entidade oficializou a sua 11ª cidade integrante, com a entrada de Orleans e, no dia 9 de abril de 2013, o município de Balneário Rincão passou a integrar oficialmente a Amrec. Hoje, a Associação conta com 12 municípios e tem uma população superior a 425 mil habitantes.

CONSELHO EXECUTIVO

Presidente: Prefeito de Orleans, Jorge Luiz Koch (MDB);

1º Vice-Presidente: Prefeito de Içara, Dalvania Cardoso (PP);

2º Vice-Presidente: Prefeito de Cocal do Sul, Fernando De Faveri (MDB);

1º Secretário: Prefeito de Nova Veneza, Rogério Frigo (PSDB);

2º Secretário: Prefeito de Morro Da Fumaça, Agenor Coral (PP);

1º Tesoureiro: Prefeito de Balneário Rincão, Jairo Celoy Custódio (PMDB);

Titulares Do Conselho Fiscal

Prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro (PSDB);

Prefeito de Forquilhinha, José Cláudio Gonçalves (PSD);

Prefeito de Lauro Müller, Saionara Bora (MDB);

Suplentes Do Conselho Fiscal

Prefeito de Urussanga, Luiz Gustavo Cancellier (PP);

Prefeito de Treviso, Valério Moretti (MDB);

Prefeito de Siderópolis, Franqui Salvaro (PSDB);

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp