Prefeito da cidade de Bom Retiro, na região Serrana de Santa Catarina, Vilmar José Neckel (PP) foi condenado por ato de improbidade administrativa e pelos crimes de posse e porte ilegal de arma de fogo.

A condenação, em primeira instância, foi ajuizada pelo Ministério Público de Santa Catarina. Neckel vai recorrer da decisão.

De acordo com o MP, o prefeito teria usado o carro da Secretaria Municipal da Saúde, doado pelo Ministério da Saúde, para uso pessoal.

Por conta disso, ele pode perder o cargo, ser suspenso dos direitos políticos por oito anos e receber uma multa superior a R$30 mil.

Já pelo porte e posse ilegal de arma, Neckel foi condenado à prestação de serviços comunitários e prestação pecuniária fixada em 20 salários mínimo.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul