O fim de semana é de muitas definições na política e em Santa Catarina não poderia ser diferente. Depois do MDB anunciar oficialmente o nome de Mauro Mariani ao governo do estado, neste domingo (5), foi a vez do PP se posicionar na corrida eleitoral. E será ao lado do PSD de Gelson Merisio.

Embora ainda não tenha confirmado o nome do vice na chapa que, agora, conta com 11 partidos, o PSD viu o PP bater o martelo e se aliar ao projeto encabeçado por Merisio e que tem nomes como Jorge Boeira (PP) e João Paulo Kleinübing (DEM) ventilando como possíveis vices. Kleinübing, inclusive, é nome forte e apoiado por Esperidião Amim, homem forte do PP catarinense.

Ao senado, lançam-se o próprio Esperidião Amin e Raimundo Colombo. O anúncio oficial foi realizado na tarde deste domingo, em Florianópolis, no diretório do PSD e contou ainda com a presença de Paulo Bornhausen, presidente do PSB, Sílvio Dreveck, presidente do PP, Geraldo Althoff (PSD) e Aldo Rosa, secretário geral do PP. A definição da chapa completa deve ocorrer ao longo do dia.

Neste domingo, o PSOL oficializou a candidatura de Leonel Camasão ao governo do estado, com Carol Bellaguarda (PCB) como vice.

 

--

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?