Plenário | Sem debate, Câmara de Vereadores de Jaraguá aprova projeto que aumenta preconceito

Plenário | Sem debate, Câmara de Vereadores de Jaraguá aprova projeto que aumenta preconceito Plenário | Sem debate, Câmara de Vereadores de Jaraguá aprova projeto que aumenta preconceito

Política

Por: Patricia Moraes

quarta-feira, 09:21 - 21/02/2018

Patricia Moraes
Foram muitas contradições, muita desinformação e um retrocesso gigante maquiado de defesa da família e dos costumes. A Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul aprovou nesta terça-feira (20) o projeto de lei que proíbe nas escolas do município o que foi chamado de ideologia de gênero. Os desavisados que ouviram os discursos dos autores, Jackson Ávila (MDB) e Marcelindo Gruner (PTB), devem imaginar que os professores estão na sala de aula para promover a perversidade sexual das crianças ou então fazer de todos um Pablo Vittar. Jackson chegou a dizer que nas escolas os estudantes podem ser de manhã, menina, e, à tarde, menino. É como se essas instituições agora tivessem o objetivo de destruir as famílias e provar que não existem diferenças biológicas entre meninos e meninas. LEIA MAIS: Vereadores de Jaraguá do Sul aprovam projeto sobre ideologia de gênero O fato é que esses argumentos radicais assustam muita gente e só aumentam o preconceito e a desinformação. Tenho dois filhos na fase escolar e nunca tive nenhum problema do tipo com eles. Nenhuma professora mandou meu filho vestir saia ou a minha (sei lá, o que menina não pode fazer?)... O que ensinaram e eu também ensino é respeitar a todos. O mundo está aí, a diversidade está aí, e a escola não tem como não tratar desses temas, mas confesso que fico muito mais encabulada ao ter que explicar para meus filhos as notícias de corrupção que assolam este país. Faltam-me palavras para responder a porque as escolas privadas têm mais estrutura que as públicas e porque essa desigualdade, que tem início antes mesmo da pessoa nascer, é quase impossível de ser quebrada depois. A aprovação foi unânime. Ávila agradeceu o amplo debate da matéria (não entendi, debaterem com quem? Apenas com os defensores da proposta, claro). De tão democrático que foi, o projeto foi levado para votação sem ao menos estar na pauta do dia. Aliás, o futuro da iniciativa é incerto. Em decisão liminar, o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu a lei de mesmo teor aprovada em Paranaguá (PR), por considerar que cabe somente à União legislar sobre diretrizes educacionais e normas gerais de ensino. E isso, sempre, depois de muito diálogo com gente que entende do assunto. Caropreso se reúne com deputada italiana O deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) recebeu a deputada federal pela Itália, candidata à reeleição, Renata Bueno. A parlamentar apresentou ações do atual mandato e propostas para o próximo como representante da América Latina no parlamento italiano. Para Caropreso, ter representatividade brasileira é importante, principalmente, pela defesa dos direitos dos descendentes nos processos de obtenção da cidadania. Os italianos natos e naturalizados, que vivem no país, vão poder votar até o dia 1º de março.
Na foto, da direita para esquerda, Caropreso, Renata e Iria Tancon |Foto Divulgação/OCP
Estudo contratado para o contorno ferroviário O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte, o Dnit, contratou o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental para o novo traçado ferroviário entre Jaraguá do Sul e Guaramirim. A notícia foi confirmada ontem, durante reunião, em Brasília, entre o coordenador geral de Obras Ferroviárias do Dnit, Marcelo Chagas, e o deputado federal Mauro Mariani, que há anos vem defendendo a necessidade do contorno. Geoprocessamento em Guaramirim O prefeito de Guaramirim, Luis Antônio Chiodini (PP), assinou ontem a ordem de serviço para elaboração do novo geoprocessamento do município. O trabalho será feito pela empresa Geopixel, de São José dos Campos, vencedora da licitação por R$ 966 mil. Com o levantamento, o município terá novo mapeamento, incluindo as áreas de risco, conhecimento do solo e mais agilidade para obter informações como as relacionadas ao IPTU. Aumento de IPTU Em outra frente, a Prefeitura de Guaramirim trabalha na nova planta de valores de imóveis. A última revisão geral foi feita em 1995. A defasagem é grande, admite o prefeito Chiodini, que, entretanto, diz que esse assunto será debatido com cautela pela administração. IPTU na tribuna A entrega dos carnês de IPTU em Jaraguá do Sul gerou debate na sessão da Câmara, ontem. Entre a oposição, a reclamação é geral; entre a base, o discurso é que a atualização era necessária e que os contribuintes devem procurar a Prefeitura para tirar suas dúvidas, principalmente, os agricultores. Em foco
  • Projeto de lei do vereador Jackson Ávila (MDB) que prevê a obrigatoriedade da Secretaria de Obras apresentar um relatório quinzenal à Câmara, não deve ter desdobramentos. O entendimento dos técnicos da pasta é que o Legislativo não pode interferir nos trabalhos do Executivo. O secretário Onésimo Sell prefere não polemizar; diz que mensalmente pode apresentar aos parlamentares o relatório de atividades.
  • A Secretaria de Obras é muito visada, não só pela comunidade que quer melhorias, mas também entre os vereadores que querem ter seus apontamentos atendidos. Ontem, foi a vez de Celestino Klinkosky (PP) reclamar na tribuna a falta de patrolamento no interior.
  • O governo Antídio Lunelli (MDB) ainda está sem líder na Câmara. O tema foi abordado na sessão de ontem por Celestino e Arlindo Rincos.
  • Bastou o burburinho de que Luciano Hang, dono da Havan, pode disputar o governo do Estado para o empresário ser alvo nas redes sociais. No Whatssapp viralizou texto que lembra a condenação de Hang, pela Justiça Federal, por lavagem e dinheiro e crime financeiro.
  • O prefeito de Corupá João Gottardi (PP) cumpre agenda esta semana em Brasília onde visita deputados e senadores da bancada catarinense e ministérios em busca de recursos para projetos do município. Acompanham o prefeito o secretário de Saúde, Irineu Pasold, e a diretora executiva de governo, Kelly de Souza.
  • Segundo Gottardi, serão encaminhados cerca de 30 ofícios aos deputados e senadores catarinenses com solicitações de recursos para as áreas da saúde, infraestrutura, educação, esportes, turismo, cultura e defesa civil. Além disso, a comitiva também visitou o Ministério das Cidades. A pasta anunciará em março os municípios selecionados para novo programa de investimento em infraestrutura. O projeto protocolado por Corupá envolve a pavimentação de 17 ruas.
  • Assim como em Jaraguá do Sul, a Prefeitura de Guaramirim vai rastrear os veículos da frota. O edital foi aberto ontem e as propostas serão conhecidas no dia seis de março.
Quer receber as notícias do OCP Online no WhatsApp? Basta clicar aqui
×