Plenário | Editais para pavimentação de 36 ruas devem ser lançados em fevereiro

Plenário | Editais para pavimentação de 36 ruas devem ser lançados em fevereiro Plenário | Editais para pavimentação de 36 ruas devem ser lançados em fevereiro

Política

Por: Patricia Moraes

sábado, 11:00 - 03/02/2018

Patricia Moraes
O esforço é grande no governo para que os editais para pavimentação e recapeamento de 36 ruas do município sejam lançados ainda em fevereiro. A confirmação é de Udo Wagner (PP), que assumiu a Prefeitura ontem por um período de 10 dias. O progressista diz que os projetos executivos já estão todos aprovados e que não deve haver atrasos no cronograma. LEIA MAIS: “Vamos fazer de 2018 o ano das obras”, afirma Lunelli Fazer de 2018 o ano das obras é o objetivo do prefeito Antídio Lunelli (MDB), já que o ano passado foi, segundo o próprio Udo, para “conhecer a máquina pública e fazer os ajustes financeiros”. O recurso para o pacote de melhorias foi garantido através de financiamento do Badesc firmado em 2017. A taxa de juros é de 5,5% ao ano, com carência de 12 meses e amortização em 36 meses. Em dezembro havia uma preocupação administrativa em torno dos impasses burocráticos que poderiam surgir, mas, conforme Udo Wagner, em 60 a 90 dias as primeiras obras devem ter sido iniciadas. Os projetos envolvem diversos bairros do município e serão detalhados no retorno de Lunelli, que também fará uma coletiva de imprensa para prestação de contas. Além desse financiamento, a expectativa da administração é conseguir R$ 20 milhões através do programa Avançar Cidades, do governo federal, para investir em pavimentação. NOVA FÁBRICA DA GM  O governador Raimundo Colombo (PSD) com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Carlos Chiodini (MDB) e o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, ontem, na inauguração da segunda unidade da General Motors, em Joinville. A fábrica terá 68 mil metros quadrados e vai produzir, a partir de 2021, motores para os veículos novos que a GM vai desenvolver. O investimento na ampliação gira em torno de R$ 1,9 bilhão. A expectativa deste ano para o setor automotivo, lembra Chiodini, é de um crescimento superior a 10%.
Colombo (PSD), Chiodini (MDB) e o o ministro Marcos Pereira | Foto Divulgação/OCP
FPM CRESCE; ICMS SE MANTÉM  De primeiro de janeiro até ontem, a Prefeitura de Jaraguá do Sul ficou com uma fatia de R$ 13,268 milhões de ICMS do Estado, pouco crescimento em relação ao mesmo período do ano passado, quando o montante foi de R$ 13,238 milhões. Em dezembro, o município arrecadou R$ 13,751 milhões com o imposto. O FPM teve comportamento melhor, passou de R$ 4,872 milhões para R$ 5,154 milhões, um aumento superior a 5%. LEIA MAIS:  Presidente da Câmara de Vereadores de Jaraguá anuncia economia de R$ 95 mil   O presidente da Câmara Anderson Kassner (PP) anunciou nesta sexta-feira (2), que fará uma economia de R$ 95 mil este ano ao não preencher a vaga de assessor da Presidência. O vereador já solicitou e recebeu resposta positiva do prefeito Antídio Lunelli (MDB) para que a verba seja encaminhada para a ampliação de horas de prestação de serviço de um médico no pronto socorro do Hospital São José. Kassner diz que conversou com o diretor-geral da unidade, Mauricio Souto-Maior, e verificou que uma das principais dificuldades é o atendimento aos pacientes que chegam diariamente ao pronto socorro. “Algumas pessoas levam de cinco a seis horas para serem atendidas e algumas delas até vão embora sem atendimento. Foi pensando nisso que decidi tomar essa decisão”, justificou. NOVOS SECRETÁRIOS  A semana marcou a posse de dois novos secretários em Corupá. O ex -presidente da Aciac, Cristiano Hack, sem partido, assumiu na quinta-feira a Secretaria de Indústria, Comércio e Agricultura. Já na Educação Rosane Berti (PSD) é a nova titular. LEIA MAIS: João Gottardi anuncia mudanças nas secretarias municipais de Corupá

- Corupá vai adotar novo sistema de ensino, informa prefeitura

A partir do dia 7 a secretária acompanhará o prefeito João Gottardi (PP) nas escolas do município para entregar aos pais dos estudantes o material do Sistema Positivo. A Prefeitura adotou o modelo de forma progressiva, a partir desse ano cerca de 800 alunos do pré ao terceiro ano serão atendidos. O investimento é de R$ 330 mil. Pelo cronograma, em 2020 todos os mais de dois mil estudantes da rede serão atendidos. REFORMA DA PREVIDÊNCIA  A Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) lançou uma campanha em defesa da Reforma da Previdência. As próximas três semanas são consideradas decisivas para a aprovação ou não das alterações no regime de aposentadorias, conforme previsões da cúpula do governo Michel Temer. O material elaborado pela Facisc será publicado em diversos veículos de comunicação de Santa Catarina e nas redes sociais. Entidades empresariais de quase todos os estados brasileiros estão fazendo o mesmo. EM FOCO  - Os integrantes das executivas do MDB nos municípios da região vão se reunir ainda em fevereiro para encaminhar a decisão sobre a corrida à Assembleia Legislativa. Segundo a presidente da sigla, Natália Petry, por enquanto o único encaminhamento é a candidatura de Carlos Chiodini à Câmara Federal. - A verdade é que está todo mundo aguardando algum sinal de fumaça sobre como serão fechadas as alianças para eleição estadual. O jogo nunca esteve tão aberto. LEIA MAIS: Presidente da Câmara apresenta plano de gestão na segunda-feira, na Acijs - O presidente da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul, Anderson Kassner, participará da plenária da Associação Empresarial na próxima segunda-feira. Vai apresentar um plano de metas para o ano. O encontro acontece às 18h e é aberto à comunidade. LEIA MAIS: Economia marca gestão da Câmara de Vereadores de Guaramirim - Osni Bylaardt (MDB) estreou o ano legislativo apresentando dois pedidos de informação ao prefeito Luís Chiodini (PP), mas o alvo é outro. O parlamentar quer saber quanto a atual administração já gastou em obras que foram inauguradas no governo de Lauro Fröhlich (PSD) sem terem sido concluídas. Quer também um relatório discriminando quais ainda faltam acabar. - Produtores de arroz de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul participam na próxima semana de uma reunião com deputados e senadores dos dois estados, em Turvo. A intenção é encaminhar uma pauta de ações aos governos estadual e federal e tirar as bases para criação de uma política agrícola para proteger o setor, que tem presença forte na região. LEIA MAIS:  - Queda no preço do arroz chega a aproximadamente 25% na região
×