Com 35 votos favoráveis, o deputado Leonel Pavan (PSDB) foi eleito 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em sessão extraordinária realizada na tarde desta terça-feira (11).

Ele ocupa a vaga que era de Silvio Dreveck (PP), que assumiu a Presidência do Parlamento estadual com o falecimento de Aldo Schneider (MDB), no mês passado.

Esta será a segunda vez que o parlamentar ocupa um cargo na Mesa da Alesc. Entre 2015 e 2017, ele foi 2º vice-presidente.

A candidatura de Pavan foi confirmada após Neodi Saretta (PT) e Manoel Mota (MDB) declinarem da indicação para o cargo. Prevaleceu entre os deputados o consenso de manter a representatividade das bancadas partidárias da Alesc na Mesa, já que o PSDB havia ficado sem vaga desde que o atual 2º vice-presidente Mário Marcondes, eleito para a função pela legenda em 2017, migrou no mesmo ano para o MDB.

“Esse Parlamento sempre buscou o consenso. Nunca nos dividimos nessas decisões e eu não iria terminar meu último mandato com divisões”, afirmou Pavan, que não disputará as eleições deste ano.

Pavan foi candidato único ao cargo e recebeu 35 dos 40 votos possíveis. Quatro parlamentares – Dr. Vicente Caropreso (PSDB), Luciane Carminatti (PT), Mário Marcondes e Narcizo Parisotto (PSC) – não compareceram à sessão e Dirceu Dresch se absteve da votação.

“Agradeço ao Parlamento pelo reconhecimento. Tenho muito orgulho em assumir a Vice-Presidência e poder concluir esse meu mandato contribuindo com os andamentos dos trabalhos da Assembleia”, afirmou Leonel Pavan.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?