Em pronunciamento na sessão da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) desta terça-feira (24), o deputado estadual de Joinville Kennedy Nunes (PTB) saiu em defesa de Roberto Jefferson, o presidente de seu partido, o PTB, ao qual filiou-se em junho.

Kennedy soltou o verbo e disparou críticas diretas ao ministro Alexandre de Moraes e ao Supremo Tribunal Federal, a quem o deputado atribui a responsabilidade pelo clima de ruptura institucional.

"Passo a pensar que a prisão de Roberto Jefferson e a não possibilidade dele cumprir ao menos a prisão inconstitucional na sua casa para tratamento de saúde, me parece, senhor Alexandre de Moraes, uma queima de arquivo, parece que o Supremo Tribunal Federal está querendo matar Roberto Jefferson na prisão", disparou Kennedy.

O parlamentar prossegue com as críticas enérgicas, informa que o Alexandre de Moraes foi denunciado à Organização dos Estados Americanos (OEA) e desafia o "ditador da toga":

"Vem ni mim, Xandão" (sic)!", desafiou o deputado catarinense.

Veja o pronunciamento do deputado: