O Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville (CBVJ) vai agraciar o presidente da República, Jair Bolsonaro, com a Ordem da Machadinha, a comenda máxima da corporação, além de um certificado e medalha. A entrega será feita na tarde desta sexta-feira (6).

A chegada do presidente da República a Joinville está prevista para às 10h30. A agenda prevê deslocamento do Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola para almoço com empresários no Perini Business Park. O encontro é organizado junto à Acij, Fiesc e Prefeitura.

No CBVJ, o presidente da República será recebido pela diretoria, comando e grupo da Banda dos Bombeiros. Bolsonaro fará a entrega das chaves de dois caminhões doados pelo Exército – repassados à corporação pelo 62º Batalhão de Infantaria (62BI) em fevereiro do ano passado.

Durante a tarde, Bolsonaro visitará também o 8º Batalhão de Polícia Militar e o 62º Batalhão de Infantaria – Batalhão Francisco de Lima e Silva.

Esta é a segunda vez que uma presidente da República visita o Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville. O primeiro foi Fernando Henrique Cardoso, em 1997, na inauguração do Museu Nacional dos Bombeiros Voluntários.

“Para nós é um motivo de orgulho”, diz o presidente da Associação, Moacir Thomazi. “A visita da autoridade máxima do país a uma instituição traz prestígio. E este momento histórico será marcado também pela entrega na comenda da corporação.”

A Ordem da Machadinha foi instituída em 1952 quando foi criada uma diretoria para gerir administrativamente a corporação, iniciativa do empresário Walter Meyer.

A comenda é entregue a pessoas ou entidade que efetivamente contribuíram para o modelo “bombeiros voluntários” ou a corporação. Dois presidentes da República já receberam a condecoração: Juscelino Kubitscheck (1959) e Fernando Henrique Cardoso (2002).