Eleito e eleito com folga, Gustavo Pacher será o novo presidente da OAB Jaraguá do Sul. Aos 37 anos, o jaraguaense que atua há 16 anos, esteve à frente da chapa 102 “Nova Ordem”, que venceu a eleição por uma diferença de 162 votos.

Dos 715 advogados que votaram, 430 escolheram Pacher para representar a 23ª Subseção, que responde pela microrregião do Vale do Itapocu.

Pacher, que atua no direito empresarial, com ênfase no direito tributário, destaca que, embora acreditasse muito no projeto, não esperava que a margem fosse tão ampla.

“Acreditávamos muito no projeto desde o início, conseguimos reunir um público bastante capilarizado, que reúne diversos setores, com isso, a chapa ficou bastante representativa, mas não esperávamos esse resultado”, conta.

Para o novo presidente, a votação expressiva demonstra o desejo de mudança dos advogados da região e, ele destaca que é fundamental que a OAB “volte a ter representatividade”, aproximando-se e aproximando os profissionais da sociedade e de seus reais interesses.

Para isso, afirma o novo presidente, é necessário reestruturar a instituição, oferecendo mais qualidade de trabalho.

“A partir disso, eles podem colaborar com a sociedade. Nós temos condições de contribuir em tudo que a sociedade precisa”, enfatiza. “Precisamos nos reestruturar para que esses diversos grupos, as comissões, possam estar envolvidos nos temas que interessam a sociedade. Precisamos ter efetividade nessa atuação”, complementa.

Pacher destaca que a principal bandeira e desafio é descentralizar a tomada de decisões com relação às ações que podem ser implementadas em prol do crescimento do projeto. Para o novo presidente, o resultado nas urnas demonstra o desejo de mudança e o anseio em participar desse processo.

“Os colegas querem ajudar, querem mudança, então além de voto, fomos muito enfáticos em pedir a colaboração com o projeto. A principal bandeira é a descentralização para que todos os colegas possam trazer contribuições e implementá-las. Esse engajamento é o que vai fazer a diferença”, finaliza.

Atualmente, a OAB Jaraguá do Sul, que engloba também os profissionais de Schroeder, Massaranduba, Guaramirim e Corupá, possui mil profissionais associados.

Principais ações

  • Reestruturação interna/comunicação: melhorar a comunicação entre os advogados. Batemos muito nessa tecla durante a campanha, não temos um website. A entidade hoje não tem um site ou uma ferramenta de comunicação adequada que possa permitir que os advogados saibam o que está acontecendo.
  • Sede: Nós estamos no prédio do CPL (Centro de Profissionais Liberais) que está sucateado.  Lugar de difícil estacionamento e com uma estrutura precária.
  • Fiscalização da profissão: precisamos avançar para que eventuais desvios de conduta sejam efetivamente punidos de forma breve. Esses processos não podem demorar.
  • Fortalecimento da questão técnica: nós precisamos ter uma agenda de qualificação técnica mais efetiva.
  • Estímulo ao jovem: nós precisamos dar suporte para quem inicia a profissão. Ajudando a ele, ajudamos toda a classe.

Rafael Horn é o novo presidente da OAB/SC

Em uma eleição bastante disputada, o tesoureiro da seccional, Rafael Horn, foi eleito, na última quarta-feira (28), o novo presidente da OAB/SC (Ordem dos Advogados do Brasil – Santa Catarina).

Com 50,3% dos votos, a chapa 81 “Advocacia Unida” venceu a chapa “A Ordem Agora é Mudar”, que era representada por Hélio Rubens Brasil.

A diferença foi de apenas 140 votos, entre os 24.304 advogados que compareceram às urnas no estado.

Foram 11.662 votos para Horn e 11.523 (47,42%) para Brasil. Além dos advogados que efetivaram suas escolhas, a eleição contou ainda com 2,48% de votos brancos e 2,10% de nulos.

O agora eleito presidente da OAB/SC conquistou a maior diferença percentual em Garopaba, mas teve boa parte da vitória construída nos maiores municípios catarinenses, vencendo em quatro dos cinco maiores colégios eleitorais.

Florianópolis, Joinville, Criciúma e Chapecó garantiram uma boa votação para Horn. Já Brasil, somou mais votos em Blumenau.

A candidatura de Horn tinha o apoio do atual presidente, Paulo Brincas.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?