O ex-governador de Santa Catarina, Casildo Maldaner, morreu na noite desta segunda-feira (17), em Florianópolis, vítima de câncer, aos 79 anos. O político lutava contra um linfoma e estava internado em um hospital da Capital.

O velório acontece nesta terça-feira (18), na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), das 10h às 13h, e seguirá os protocolos de segurança e prevenção à Covid-19. Em seguinda será realizada uma cerimônia de cremação, cemitério do Jardim da Paz, em ato reservada à família e amigos mais próximos.

O governador Carlos Moisés lamentou a morte de Maldaner e decretou luto de 7 dias. "É com muito pesar que decreto luto oficial de sete dias em SC pela morte do ex-governador Casildo Maldaner. Ele teve uma trajetória pública dedicada aos catarinenses e conquistou admiração e respeito de todos nós. Que Deus esteja com todos os familiares e amigos neste momento".

A trajetória

Um dos principais quadros do MDB, Casildo Maldaner, gaúcho de Carazinho, nasceu em 2 de abril de 1942 e aos 2 anos, mudou-se com a família para Chapecó.

Depois, se fixou em Modelo onde iniciou a sua trajetória política, em 1962. Casildo foi senador, deputado federal, estadual e vereador.

Em 1986, elegeu-se vice-governador, na chapa encabeçada por Pedro Ivo Campos. Tornou-se chefe do executivo após a morte do então governador em 1990. Casildo era irmão do atual presidente estadual do MDB, o deputado federal Celso Maldaner.sa