A Câmara Municipal de Jaraguá do Sul aprovou uma moção de apelo da vereadora Sirley Schappo (Novo), na quinta-feira (19), que pede ao Executivo Municipal a realização de uma vistoria nas imediações de todas as unidades escolares do município a fim de realizar melhorias nas ruas e nas calçadas que dão acesso a elas.

Ela sugere que sejam feitas roçadas e limpezas em acostamentos com presença de vegetação, melhorias na sinalização do trânsito e reparos nas vias e passeios que são de propriedade da Prefeitura, além de notificação dos proprietários de terrenos onde ainda não há calçadas.

A moção foi motivada por reclamações de pais de alunos que relataram à vereadora os problemas. Eles alertam que muitas crianças e adolescentes precisam transitar por vias onde não há espaço para pedestres em vários pontos dos trajetos, oferecendo grandes riscos.

Sirley deu os exemplos de pais de estudantes das escolas Gertrudes Milbratz, Francisco de Paula, Luiz Gonzaga Ayroso e Ribeirão Cavalo, que enfrentam as dificuldades relatadas. Segundo a parlamentar, já existem várias indicações realizadas por outros vereadores que solicitam as melhorias citadas. A parlamentar acredita que deve haver mais escolas com os mesmos problemas apresentados.

O vereador Anderson Kassner (PP) também apoiou a moção da vereadora Sirley Shappo e relatou que em 2017 fez um levantamento sobre todas as calçadas e acostamentos no município.

“Por muito tempo a atenção foi voltada para o asfalto e veículos, mas a segurança dos pedestres, das crianças, dos ciclistas ficou esquecida, precisamos resolver esse problema urgentemente”, endossou Kassner.

Anderson sugeriu ainda que o município disponibilize informações sobre as obras de calçadas na cidade. “A gente precisa saber a ordem em que serão feitas as calçadas no município e também que essas informações sejam disponibilizadas no site da prefeitura, no portal da transparência e no aplicativo ‘Jaraguá na Mão’ para termos mais transparência nesse sentido e não depender tanto de outros servidores e secretários para levantar essas informações”, concluiu o vereador.