Mesmo preso em Curitiba e com a já esperada rejeição do seu registro de candidatura pelo Tribunal Superior Eleitoral com base na Lei da Ficha Limpa, Lula (PT) continua a aparecer em primeiro lugar nas pesquisas eleitorais para a Presidência quando seu nome é incluído nos levantamentos.

Segundo levantamento divulgado pela Paraná Pesquisas nesta quarta-feira, 15, Lula tem 30,8% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro, do PSL, com 22%.

Marina Silva (Rede) aparece com 8,1% das preferências, Geraldo Alckmin (PSDB), com 6,6%, Ciro Gomes (PDT), com 5,9% e Alvaro Dias (Podemos), com 4%, vem atrás.

A Paraná Pesquisas ouviu 2.002 eleitores em 26 Estados e no Distrito Federal, entre os dias 9 e 13 de agosto, e já capta o impacto do debate na Band entre os presidenciáveis. A margem de erro é de dois pontos percentuais. A pesquisa está registrada no TSE sob o nº BR-02891/2018.

No cenário sem a participação de Lula, que deve prevalecer com a provável decisão do TSE sobre a inelegibilidade do ex-presidente, Bolsonaro tem 23,9% das intenções de voto.

Atrás de Bolsonaro, aparecem Marina Silva, com 13,2%; Ciro Gomes, com 10,2%;  Geraldo Alckmin, com 8,5%; Alvaro Dias, com 4,9%; e Fernando Haddad, com 3,8%.

A grande dúvida deste início de campanha é para quem vão migrar os votos do ex-presidente Lula.

Quer receber as notícias no WhatsApp?