Em Florianópolis, um grupo de manifestante se reuniu para pedir a condenação do ex-residente Luiz Inácio Lula da Silva, na Avenida Beira-Mar Norte, na noite desta terça-feira (3), unindo-se às manifestações que ocorrem pelo País. É que o Supremo Tribunal Federal (STF) vai julgar o pedido de habeas corpus da defesa de Lula nesta quarta-feira (4). Grupos como o Movimento Brasil Libre (MBL) e o Vem pra Rua convocaram as manifestações com o intuito de pressionar os magistrados a negar a petição. Na Capital, os manifestantes se reuniram no bolsão do trapiche da Beira-Mar, às 18h. A passeata, que estava prevista para iniciar às 19h, atrasou uns minutos até que os manifestantes tirassem os carros do estacionamento do bolsão para que os dois caminhões utilizados para conduzir o movimento conseguissem passagem. Vestidos de verde e amarelo e com bandeiras em punho, os participantes elogiaram a operação Lava-Jato e aplaudiram a atuação do juiz Sérgio Moro no caso. Fizeram ainda um minuto de silêncio pela morte da policial militar Caroline Plescht (assassinada em Natal). A polícia militar fez a segurança da passeata que seguiu até a sede dos poderes federais, também na Beira-Mar.