Durante a videoconferência com o secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino, na tarde desta terça-feira (14), para esclarecer aos deputados estaduais sobre as medidas que o governo do Estado vem tomando para conter o avanço do novo coronavírus em Santa Catarina, o deputado Vicente Caropreso (PSDB) destacou os esforços da empresa Bold, de Jaraguá do Sul, para colocar em produção um aparelho de respiração pulmonar de pronto atendimento e portátil.

O aparelho está em fase final de testes para ser então enviado para homologação pela Anvisa. “Estamos em contato com a empresa e vamos auxiliar nesse processo de superar a burocracia para que a produção dos equipamentos seja liberada o mais breve possível”, afirma o parlamentar, que destaca a capacidade de produção da empresa. A empresa Bold teria condições de produzir até 400 aparelhos de respiração pulmonar por dia.

Durante a audiência, o secretário afirmou que o principal obstáculo para agilizar a instalação de novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) é a falta de respiradores pulmonares e demais insumos que estão indisponíveis no mercado devido à alta demanda mundial.

Os respiradores artificiais se tornaram o equipamento vital na luta contra a pandemia, fundamentais na recuperação dos pacientes infectados pelo vírus, que ataca a capacidade pulmonar.

“Por isso é preciso destacar os esforços da empresa Bold, assim com da empresa WEG, que também está iniciando a produção desse tipo de equipamento, e das demais empresas que estão fazendo doações para compra de equipamentos, como a empresa Lunelli, que doou dez respiradores artificiais para o hospital São José de Jaraguá do Sul. São exemplos que devem ser replicados por todo o estado. São atitudes que compõem o espírito de solidariedade de Santa Catarina.”

Preocupação com a estrutura de Saúde do Estado

Quanto à preocupação do deputado Vicente sobre a necessidade do aumento de leitos de UTIs e a atual situação da estrutura de saúde do estado para absorver pacientes com Covid-19, o secretário Helton Zeferino confirmou a abertura de 257 novos leitos de UTIs, sendo 247 adultos e 10 pediátricos/neonatais para atender essa demanda.

Conforme o secretário, a meta do governo é disponibilizar 719 novos leitos de UTI em hospitais públicos, privados e no hospital de campanha que deverá ser instalado para enfrentar a crise. Antes do início da pandemia, Santa Catarina já dispunha de 810 leitos.

O secretário também confirmou que será lançado ainda esta semana edital de chamamento público para a contratação de novos leitos de UTIs na rede privada de saúde e que o Estado deu início à convocação de mais 400 profissionais de saúde, havendo 92 vagas abertas para a contratação de médicos.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul