Em meio a pandemia de Covid-19, cerca de 39.808 eleitores criciumenses não compareceram as urnas. O número representa 27% do total, o que é considerado um índice alto se comparado a média nacional que foi de 23% de ausência.

Em Criciúma, foram 98.159 votos depositados em candidatos concorrentes, 4.657 votos brancos e 3.747 anulados. Segundo estatísticas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Criciúma teve 4.704 eleitores a mais que os aptos a votar na última eleição municipal, em 2016.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp