Maioria dos vereadores diz que buscará reeleição em 2016

Política

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quarta-feira, 02:41 - 03/02/2016

OCP News Jaraguá do Sul
Pelo menos sete dos 11 vereadores de Jaraguá do Sul devem entrar em campanha neste ano em busca da reeleição. Ademar Winter (PSDB), Arlindo Rincos (PP) Eugenio Juraszek (PP), Jeferson de Oliveira (PSD), João Fiamoncini (PT), Natália Petry (PMDB) e Pedro Garcia (PMDB) confirmaram que estão com o nome disponível às urnas. O único que abre possibilidade de estar fora do pleito é Jocimar de Lima (PSDC). “A princípio não quero disputar, quero dar lugar a outro no partido, que tem 21 pré-candidatos. A minha ideia é trabalhar por uma candidatura à deputado estadual em 2018”, ressalta. Questionado sobre as eleições deste ano, o presidente da Casa, José Osório de Ávila (SDD), foi vago. “Confesso que neste momento não sei o que dizer, vou dever essa resposta”, disse o parlamentar. Apesar de se colocarem como pré-candidatos a vereador, os peemedebistas Garcia e Natália destacam que o partido será responsável por definir os rumos da campanha. Eles não descartam a possibilidade de entrar no pleito para o Executivo. “É uma discussão interna. Estou à disposição para o cargo que o partido entender ser útil. Nossa missão é sempre contribuir”, disse a vereadora. Fiamoncini e Rincos declaram que estarão nas ruas pedindo voto e confirmam mais uma vez a mudança ao PSD durante a janela eleitoral, em março. “Sempre fui um líder comunitário que se dedicou 100% ao mandato, mas quem avalia são os eleitores”, comentou Fiamoncini. Amarildo Sarti (PV) não foi localizado para comentar as pretensões políticas para as eleições municipais. Atualmente no PSDB, Jair Pedri também não foi encontrado, mas o assessor dele confirmou a ida ao PSD para concorrência à majoritária. Na legislatura passada, oito vereadores buscaram votos para a reeleição e quatro conseguiram: Natália, Winter, Sarti e Ávila. Dois deles não concorreram: Jaime Negherbon virou candidato a vice-prefeito e Jean Leuprecht apoiou a campanha da majoritária e concorreu, dois anos depois, ao legislativo estadual, onde ocupou cadeira de suplente. Justino da Luz (PT), Francisco Alves (PT), Dico Moser (PRB) e Lorival Demathê (PSD) não conseguiram se reeleger. Oito buscarão os votos novamente em Guaramirim Em Guaramirim, oito vereadores confirmam a corrida para manter a cadeira no Legislativo. O único que deixou dúvidas sobre a candidatura foi Lauro Erthal (PP), que afirma não ter interesse em um novo mandato como vereador. “Vou pesar muito bem se vale a pena, na política é muito difícil, tem muitas pessoas que querem apenas manter o poder”, disse. Na bancada do PMDB, Charles Longhi e Everaldo Sprung sinalizam a possibilidade de ser candidatos à vice-prefeito, defendendo chapa pura na disputa majoritária. O nome mais cotado para ser candidato a prefeito é o do ex-chefe do Executivo Nilson Bylaardt. Sandra Jahn e Rafael Otto devem concorrente novamente no Legislativo. “Por enquanto a minha proposta é ir à reeleição como vereadora. Eu acredito que o fato de nenhuma mulher ter conseguido se reeleger é um desafio e o aprendizado tem que ser maior”, destacou Sandra. Apesar de ter ventilado a possibilidade de sair do PT e concorrer à Prefeitura, o vereador Evaldo Junckes descartou ambas as possibilidades. “Tenho definido que vou para vereador novamente, não vou enfrentar o pleito do Executivo. Como vereador tenho argumentos que chega para mostrar o meu trabalho”, avaliou. Lino Venturi (PSDB), Altair Aguiar (PSD) e Juarez Lombardi (PP), todos no primeiro mandato, também tentarão a reeleição.  
×