Se as eleições fossem hoje, o resultado para a disputa presidencial seria uma incógnita. Isso se participassem do pleito de outubro somente os 11 vereadores de Jaraguá do Sul, considerando os nomes dos pré-candidatos já cotados até o momento.

Sete deles ainda não definiram em quem votariam. Jair Bolsonaro (PSL) é o pré-candidato que sairia na frente, com três votos.

Já para o governo do Estado, o deputado federal Mauro Mariani (MDB) sairia na frente, com quatro votos, seguido por Esperidião Amin (PP), com três votos. O pré-candidato Gelson Merísio (PSD) teria dois votos, Paulo Bauer (PSDB) receberia um e dois vereadores ainda estão indecisos.

A pesquisa do OCP com os vereadores foi feita na tarde desta quinta-feira (5) e seguiu o modelo de pesquisa espontânea, sem indicar o nome dos candidatos. Por isso, para o governo do Estado, foram somados 12 votos, já que Arlindo Rincos (PSD) indicou que poderia votar em Amin ou Merisio.

Reflexo do cenário atual

De maneira geral, as respostas dos vereadores revelaram um alto índice de indecisão, principalmente para a presidência da República.

Embora tenham apontado um candidato, como os vereadores Anderson Kassner (PP), Celestino Klinkoski (PP) e Jackson Ávila responderam, inicialmente, que não tinham candidatos definidos – Klinkoski para governador -, mas acabaram citando nomes apenas considerando o cenário em que as eleições ocorreriam hoje.

O resultado da pesquisa do OCP com os vereadores de Jaraguá do Sul não deixa de ser um reflexo do cenário atual entre o eleitorado brasileiro.

Em pesquisa recente do Ibope, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria, divulgada em 28 de junho, o número votos brancos e nulos foi de 33%, no cenário em que Lula (PT) não é candidato, e 22% no cenário em Lula disputa a eleição.

Veja como votaram os onze vereadores de Jaraguá do Sul:

Se as eleições fossem hoje, em quem o senhor votaria para presidente e governador de Santa Catarina?                                              

Ademar Winter (PSDB) – Indeciso / Indeciso.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

“Para presidente não tem nenhum bom, não sei por enquanto, está tudo indeciso, a gente não sabe para quem votar, a maioria [do eleitorado] hoje vota branco, nulo ou vão deixar de votar. Porque o povo, o eleitor, está desacreditado por causa desses políticos sem vergonha, ladrão. Então muitos vão deixar de votar, e o candidato vai se eleger com poucos votos. Quem sabe, o nosso amigo do Paraná, Álvaro Dias, não tem rabo preso com ninguém, devia ser candidato com o Sérgio Moro. Para governador, nem sei quem é que são [os candidatos]”.

Arlindo Rincos (PSD) – Indeciso / Gelson Merisio ou Esperidião Amin.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

“Eu não tenho candidato definido ainda para presidente do país. Ainda não tem um candidato que acredito que seja competente para governar esse país, só por isso [que não tem candidato definido], os que estão aí não acreditei muito.  Para governador, estou esperando o desenrolar do PP e PSD.  [Em um cenário ideal] Poderiam ser os dois, qualquer um, pode ser Merisio, pode ser o Esperidião Amin”

Anderson Kassner (PP) – Indeciso/ Esperidião Amin.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

“Para presidente não tenho ainda decidido, mas estou analisando o Álvaro Dias, porque ele tem um posicionamento que eu também defendo, que é diminuir a máquina pública, que está muito inchada. E também por ser um cara Ficha Limpa, nunca teve problema com Lava Jato. Para governador, Esperidião Amin, por ser do meu partido, por ter experiência, acho que ele seria um bom governador. Ele se destaca pela proposta de administrar por indicadores, ele tem doutorado nisso, e acho que ele tem razão”.

Celestino Klinkoski (PP) – Indeciso / Esperidião Amin.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

“Hoje eu sinceramente não teria nenhum candidato a presidente, estou indeciso assim como a maioria das pessoas que a gente convive. Vai ser uma eleição surpresa, as pessoas estão descontentes com a política atual. Para governador, havendo uma definição [das chapas] com certeza a gente vai definir [o voto], por enquanto são quatro no jogo que ainda está se desenhando. Sou do PP, temos uma posição, se o Amin for candidato hoje com certeza vou apoiá-lo, se houver outras composições a gente vai analisar friamente e ver o que é melhor para Santa Catarina.”

Eugênio Juraszek (PP) – Indeciso / Indeciso.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

“Como está difícil votar para presidente, acabou a credibilidade das pessoas em Brasília. E que triste, a eleição está aí e a gente não sabe em quem votar. A sujeira está aí, acho que a gente tem que escolher o cara de mãos limpas para dar o troco nessas pessoas que acabaram com o Brasil, que nos roubaram. Vou votar num candidato de mãos limpas, não importa o partido, importa a pessoa. Para governador também, votar em quem tem mãos limpas, que tem credibilidade.”

Isair Moser (PSDB) – Jair Bolsonaro / Paulo Bauer.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

“Bolsonaro, se fosse para votar hoje. Até o presente momento não teve outro que deu uma resposta à altura do que o Brasil precisa, é um nome novo, vamos apostar que dê certo. Para governador meu voto seria Paulo Bauer, até pelo trabalho que já desenvolveu, junto ao Senado, já foi secretário de Estado, junto ao vice governo que ele já exerceu essa função, perante aos outros acho que é o melhor nome a ser explorado no momento”

Jackson Ávila (MDB) - Indeciso / Mauro Mariani.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

“Para presidente não tenho [voto] formado ainda, indeciso. Eu venho acompanhando o trabalho do Bolsonaro, mas até definir quais serão os candidatos, a gente vai analisar. Mas se fosse para votar hoje, seria Bolsonaro, nesse momento, pela forma que ele já vem trabalhando, a sinceridade do jeito dele falar que muitas pessoas às vezes não compreende. Para governador a gente vai trabalhar para o Mauro Mariani, sou do MDB e também venho acompanhando o trabalho dele, já como deputado, é um projeto do partido, que já vem se estudando há anos”

Jaime Negherbon (MDB) – Jair Bolsonaro / Mauro Mariani.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

“Para presidente, por enquanto, eu sou (Jair) Bolsonaro. Vejo que ele tem melhor proposta, é uma pessoa que, pelo que está falando, é o único que pode mudar a gestão desse país, na borracha mesmo, na borracha e no chicote é que endireita esse país, mas ainda faltam três meses e vou analisar certinho. Para o Estado, o Mariani trouxe muita verba para nossa cidade, é bem próximo a nós, Joinville, uma pessoa do bem, pessoa que eu conheço e confio”.

Marcelindo Gruner (PTB) – Jair Bolsonaro / Mauro Mariani.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

“Hoje, para presidente seria com certeza Bolsonaro e para governador Mauro Mariani. Mariani é pela capacidade desse homem, que eu acredito que seria a pessoa hoje ideal para administrar Santa Catarina, e Bolsonaro porque nós precisamos de alguém que coloque ordem nessa República, ele vai ter uma capacidade de compor, porque o presidente não vai administrar esse país sozinho, vai depender de toda uma conjuntura. O Mariani a vida política pública dele depõe a favor dele, pessoa sempre coerente, com posicionamento, tem capacidade de gestão e é conhecedor da máquina política”.

Pedro Garcia (MDB) – Henrique Meirelles / Mauro Mariani.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

“Para governador seria Mauro Mariani, para presidente Henrique Meirelles. O Meirelles porque ele tem muita capacidade, foi ministro, seria uma pessoa técnica. É uma pessoa de conhecimento, com experiência, que não tem envolvimento com nada. Mariani é uma pessoa que vem com espírito novo, pessoa também com vida limpa, uma trajetória bastante importante na vida pública. Pelo conhecimento, experiência e pela postura dele como homem público.”

Ronaldo de Souza (PSD) - Indeciso / Chapa de Gelson Merisio.

Foto Divulgação/Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul

“Meu governador será chapa com Gelson Merisio, do PSD, é uma aposta nova, deputado já quatro vezes eleito, vejo que é uma pessoa forte, é diferente. Já para presidente eu não tenho ainda candidato, o momento é difícil na política, e a gente todo dia vê confusão, propina, Lava Jato que não para. Teria que aparecer uma pessoa diferente, porque com esses nomes que estão aí para possíveis candidatos eu não tenho condições de votar em nenhum”.

Placar

Para Presidência da República

  • Indecisos – 7
  • Jair Bolsonaro (PSL) – 3
  • Álvaro Dias (Podemos) – 1
  • Henrique Meirelles (MDB)– 1

Para o governo do Estado

  • Indecisos: 2
  • Mauro Mariani (MDB): 4
  • Esperidião Amin (PP): 3
  • Gelson Merisio (PSD): 2
  • Paulo Bauer (PSDB): 1

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?