Na tarde desta quarta-feira (17), o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, assinou um decreto que estipula um "lockdown não-remunerado" para funcionários da prefeitura.

A medida, de acordo com Salvaro, tem adesão voluntária e o funcionário público poderá optar por ficar em casa com a condição de não receber seus vencimentos.

 

 

"Não quer vir trabalhar, não tem problema, quer se cuidar, ótimo, vai ficar em casa, mas não vai receber salário", declarou.

No Instagram, o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, elogiou a iniciativa.

"Parabéns prefeito é assim que deveria ser feito desde o ano passado em todo o Brasil. Fica em casa mas sem receber o salário igual a maioria dos brasileiros", escreveu.

Confira o vídeo em que o prefeito anuncia a medida