A Justiça Eleitoral acatou na noite desta quarta-feira (28) a representação da coligação ‘Vamos pra frente, vamos com Fé’ e do candidato a prefeito Fernando Krelling (MDB) contra uma página do Facebook por publicar vídeo com informações falsas. Segundo o juiz Gustavo Henrique Aracheski, o Facebook deve remover imediatamente da página “Eleições 2020 - Joinville/SC” um vídeo com informações falsas sobre o candidato Fernando, bem como fornecer os dados de identificação do usuário que administra a página.

No conteúdo publicado pela página na última segunda-feira, o vídeo mostra uma versão editada de uma fala do candidato dizendo que não utiliza dinheiro do fundo eleitoral para a campanha, e na sequência mostra doações de pessoas físicas no intuito de confundir os espectadores e prejudicar Krelling.

“Os vídeos impugnados nesta representação devem ser compreendidos como ‘fake news’ na medida que, edita um discurso do candidato [...] e, na sequência, exibe informações sobre contribuições de pessoa física para a campanha do candidato visando com isso dizer que o candidato está faltando com a verdade. [...] É evidente, portanto, a divulgação de conteúdo enganoso para prejudicar o candidato, com potencial para prejudicar-lhe a campanha”, afirma o juiz na decisão.

O candidato Fernando Krelling comentou a decisão. “Reafirmo que nunca aceitei fundo eleitoral, pois o dinheiro público deve ser investido em pavimentação, saúde e educação”, disse.

Os responsáveis têm o prazo de 48h para apresentar defesa à Justiça Eleitoral.

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp