O Currículo Base da Educação Infantil e Ensino Fundamental do Território Catarinense foi lançado para a região nesta terça-feira (19), na Escola de Educação Básica Julius Karsten, em Jaraguá do Sul.

O documento vai refletir diretamente no conteúdo ensinado em todas as salas de aula das escolas de Santa Catarina.

O Currículo foi norteado pela Base Nacional Comum Curricular do Ministério da Educação (MEC), que estabelece conhecimentos, competências e habilidades para que os estudantes desenvolvam ao longo da escolaridade básica.

Para o secretário de Estado da Educação Natalino Uggioni, o maior beneficiado com o novo currículo não será o professor nem o aluno, mas sim a educação catarinense como um todo. "O currículo foi pensado para deixar o aluno e o professor mais motivos, fortalecendo o sentimento de pertencimento", destaca.

Uggioni explica que no documento foi sistematizado o que o aluno precisa aprender em cada etapa, organizando o conteúdo. O currículo apresentado foi fundamentado em cima de três pilares: percurso formativo, educação integral e diversidade como princípio formativo.

"Um acolhimento para todos, desde a educação quilombola até às pessoas que vivem no campo. Sem preconceito, todos têm direto de aprender", opina.

Processo de criação

De acordo com o gerente da educação de Jaraguá do Sul Fernando Alflen, a maioria dos estados decidiu contratar uma empresa para realizar o currículo, enquanto Santa Catarina realizou em parceria com professores, gestores e técnicos de entidades.

A construção do documento ocorrereu entre abril e julho deste ano com a participação de 600 profissionais da área de educação.

"Os professores conhecem o dia a dia do aluno, sabem suas dificuldades e competências, nada mais correto que chamar eles para trabalharem nisso. Até porque, o foco principal sempre será o aluno", destaca Alflen.

Segundo o Governo de Santa Catarina, 19.950 exemplares do Currículo Base da Educação Infantil e Ensino Fundamental do Território Catarinense serão distribuídos em todas as escolas estaduais e municipais das 295 cidades do território catarinense.

Jaraguá do Sul como palco da inauguração

"Hoje visitamos mais uma aldeia", é assim o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, define o evento em Jaraguá do Sul. Ele explica que o município foi escolhido por ter muitas pessoas auxiliando no Currículo e para se aproximar da região.

"A escola é uma aldeia, pois precisa ter o envolvimento da comunidade, da família. A escola não pode ser um elemento estranho", completa.

A Gerência Regional decidiu escolher a Escola Julius Karsten por ser a maior da região e uma das mais importantes do Estado, com cerca de 1,2 mil alunos.

A diretora da instituição Margarete Menestrina Luzzani, analisa que a educação só tem sentido quando o governo e as escolas caminham na mesma direção.

"Me sinto lisonjeada por ser anfitriã deste evento tão significativo. Só conseguiremos realizar uma educação de sucesso, se ela for baseada no amor e na competência", concluiu.

Confira a galeria de fotos do evento (clique no canto das fotos)

Fotos Gustavo Luzzani/OCP News

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger