Após o pedido de desistência do deputado Valdir Cobalchini de disputar a eleição interna do partido, encaminhado no começo da semana para a comissão Eleitoral do MDB, agora foi a vez do senador Dário Berger comunicar sua desistência, por meio de uma carta.

Com as duas desistências, o prefeito de Jaraguá do Sul Antídio Lunelli, será o único nome do partido e deve ser aclamado ainda nesta quarta-feira (16) pelo diretório estadual do partido como candidato ao governo do Estado pelo MDB.

Também nesta quarta-feira (16), uma publicação no site do MDB informava que diante da desistência de Cobalchini, as prévias estavam marcadas para o próximo sábado e seriam realizadas por cada diretório municipal, mas agora devem ser canceladas.

Na carta entregue por Berger ao diretório do MDB datada do dia 15, fica claro que ele retirou seu nome da disputa interna do partido, mas que deve continuar com o propósito disputar a eleição para o governo do Estado. Isso deve se confirmar com a ida de Berger para o PSB, possibilidade anunciada por ele mesmo ainda no começo de janeiro.

Foto: Divulgação

Lunelli deve renunciar ao cargo de prefeito

Com a desistência de Cobalchini e Berger para as prévias do MDB, agora o prefeito Lunelli pode focar em sua campanha ao governo do Estado. Para isso deve renunciar ao cargo até o mês de março e já tratar de alianças para sua candidatura.