Um homem foi detido pela Polícia Militar na noite de quarta-feira (28) após colocar fogo em objetos, incluindo uma foto do presidente Jair Bolsonaro, embaixo da Estátua da Liberdade da Havan, em Brusque.

Os colaboradores perceberam a ação do homem e, rapidamente, controlaram o fogo.

De acordo com a assessoria da Havan, o homem relatou para a imprensa que estava no local fazendo uma "macumba".

O dono da Havan, Luciano Hang, repudiou a ação ocorrida na empresa e comentou sobre a repercussão do caso na mídia.

“Se fosse a direita contra a esquerda, de um pé de galinha fariam uma sopa. Lamentável ver as pessoas utilizarem a violência quando estão de frente com opiniões e posicionamentos contrários”, diz.