No Sul de Santa Catarina, na cidade de Morro da Fumaça, um homem de 25 anos foi preso depois de destruir uma urna eletrônica a marretadas.

Conforme a Polícia Militar, ele entrou na seção com uma sacola, onde a ferramenta estava escondida. O homem usou a marreta para danificar a urna até que outros eleitores o seguraram e aguardaram a chegada dos policiais.

De acordo com a chefe de cartório da 34ª Zona Eleitoral, as mídias onde ficam computados os votos não foram afetadas e, assim, os votos antes registrados não foram perdidos. Os dados foram repassados a uma nova urna para que a votação seguisse.

Homem já teria feito ameaças pelas redes sociais | Foto: Divulgação PM

Ainda segundo a PM, o rapaz é morador do município e já havia feito outras ameças pelas redes sociais - inclusive, de que ele iria destruir uma urna. Porém, as manifestações não refletiam uma referência a determinado candidato.

Por ficar em um local mais afastado o colégio eleitoral não possuía policiamento fixo.

 

Fonte: CBN

-

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?