Graziele Schneider, 35 anos, é joinvilense, formada em administração com ênfase em marketing.  Ela tem MBA em negócios internacionais.

Por que quer ser deputada federal?

Hoje, Joinville não tem representatividade da mulher no cenário nacional. Sou candidata à deputada federal por que acredito que, para fazer a diferença, precisamos participar da política; Sou jovem, empreendedora e mulher que aprendeu que precisamos lutar por nossos direitos. Quero ajudar a construir uma sociedade mais justa e igualitária

Qual é a sua principal bandeira? Por quê?

A luta é pelas mulheres. Por ver toda semana uma mulher é espancada ou pior, assassinada, por ver que temos leis que são ignoradas, onde juízes soltam os agressores ou perdoam suas fianças e nós mulheres continuamos reféns. E esse ato de humilhação contra as mulheres  afeta a família num todo, desestruturando e causando mais problemas sociais.

Leia mais:

Frontino Damas representa o Patriotas na corrida pela Câmara dos Deputados

Érico Pereira quer ser deputado federal para rever o pacto federativo

Elaine Cristina quer ser deputada federal para defender a família

Quer receber as notícias no WhatsApp?