Foto Divulgação/Governo de Santa Catarina
Foto Divulgação/Governo de Santa Catarina

O Governo de Santa Catarina quer se aproximar de startups que promovam soluções tecnológicas para agilizar e dar mais eficiência aos serviços públicos.

Na manhã desta segunda-feira (2), o governador Carlos Moisés lançou o Programa de Inovação Aberta.

A iniciativa contará com um laboratório de inovação (Nidus) na sede da Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), em Florianópolis.

No ato, também foi apresentado o EDUtec - um programa para preparar os alunos das escolas públicas para o mundo tecnológico -, e o portal unificado de serviços digitais e notícias do Governo do Estado.

"O Governo se integra à rede de inovação de Santa Catarina. Temos um link para gestar soluções para os problemas dos catarinenses e podemos avançar nas áreas de saúde, educação, segurança pública, infraestrutura. Tudo é possível quando abrimos espaço para a inovação", afirmou Carlos Moisés.

"Nós precisamos ser inovadores de fato, facilitar a vida do cidadão e preparar os alunos para esse mundo ", acrescentou o governador.

O Governo do Estado, o Ministério Público de Santa Catarina e o Tribunal de Contas do Estado trabalham na elaboração de um marco regulatório para a contratação de startups de tecnologia.

De acordo com o secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca, a legislação valerá para todos os poderes do Estado.

"O que está acontecendo é um esforço conjunto de todo o governo, seguindo sempre os princípios de eficiência, qualidade, agilidade, simplicidade, transparência, integridade e inovação", lembrou Tasca.

A Polícia Militar de Santa Catarina é o primeiro órgão a atuar no Nidus. A expectativa do comandante-geral, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, é que a inserção de tecnologia dentro do dia a dia da instituição melhore os serviços de segurança para a população catarinense.