Amandio foi exonerado na sexta-feira (26) | Foto Divulgação
Amandio foi exonerado na sexta-feira (26) | Foto Divulgação

O Governo do Estado anunciou na noite desta sexta-feira (26) a exoneração de Amandio João da Silva Júnior da chefia da Secretaria da Casa Civil. De acordo com o comunicado, com o afastamento "o ex-secretário pode melhor prestar seus esclarecimentos pessoais perante as autoridades constituídas em relação aos fatos relacionados à sua atividade profissional desenvolvida na iniciativa privada." O subchefe da Casa Civil Juliano Chiodelli assume interinamente o cargo.

Amandio, que substituiu Douglas Borba - preso por envolvimento na desastrada compra de 200 respiradores, pagos antecipadamente por R$ 33 milhões e que nunca chegaram ao estado -, teve seu pedido de afastamento do cargo encaminhado pela CPI que apura a operação, após o vazamento de uma imagem sua, em uma videoconferência, onde também estava o empresário Samuel de Brito Rodovalho, um dos envolvidos na negociação.

Confira a nota oficial

"Comunicamos a exoneração do Chefe da Casa Civil, Amandio João da Silva Junior. Com isso, o ex-secretário pode melhor prestar seus esclarecimentos pessoais perante as autoridades constituídas em relação aos fatos relacionados à sua atividade profissional desenvolvida na iniciativa privada. Agradecemos o trabalho e o empenho durante o período em que esteve à frente da Casa Civil".

Carlos Moisés da Silva

Governador do Estado de Santa Catarina

26 de junho de 2020