A governadora interina de Santa Catarina Daniela Reinehr, participou na manhã desta segunda-feira (9) de reunião com a classe empresarial de Jaraguá do Sul.

O encontro articulado pela diretoria da Associação Empresarial de Jaraguá (Acijs) fez parte da agenda que a governadora cumpre na região, que inclui ainda Guaramirim e Joinville durante o dia.

Em Jaraguá, Daniela recebeu pedidos por atenção a reivindicações nas áreas da infraestrutura, saúde e segurança pública. Ouviu elogios do presidente da Acijs e do Centro Empresarial, Luis Hufenüssler Leigue, em reconhecimento ao diálogo que o governo do Estado tem mantido com a região, destacando que a duplicação do trecho estadualizado da BR-280 vem ocorrendo em bom ritmo e dentro do cronograma.

A preocupação da entidade é com obras de arte que não haviam sido incluídas no projeto inicial, como o elevado nas imediações da antiga empresa Mannes e na chamada Ponte do Portal (no limite entre Jaraguá e Guaramirim), entre outras melhorias, que deveriam ter a licitação anunciada na semana que passou. O lançamento do edital, entretanto, foi suspenso, para ajustes no processo.

"Há um compromisso do governo do Estado de licitar essas obras até 2020 e com isso a possibilidade de que as duas etapas do projeto sejam concluídas em julho de 2021, de acordo com a data que já havia sido estabelecida. É muito importante que esse prazo seja cumprido pela relevância desta obra para a logística da região que hoje enfrenta problemas sérios que atrapalham empresas e o crescimento econômico destes municípios", lembrou Leigue.

A governadora garantiu que mesmo com a situação da saúde e com demandas que o enfrentamento à Covid-19 impôs ao Estado, nenhuma obra em andamento será interrompida.

"É um projeto que está mantido, a infraestrutura tem a prioridade pela sua importância para o desenvolvimento econômico do estado, em uma região muito pujante de Santa Catarina. Esperamos que não haja judicialização e os prazos sejam cumpridos, a intenção é agilizar ao máximo", garantiu Daniela.

Ela disse que o bom relacionamento com o governo federal ajudará para que a obra no trecho federal - entre Jaraguá e São Francisco do Sul - seja intensificada.

Suspensão do edital

O secretário da Infraestrutura Thiago Vieira explicou que a suspensão do edital para as obras de arte atendeu a uma necessidade técnica, e sem garantir prazo de conclusão assegurou a intenção de que elas sejam iniciadas ainda no primeiro trimestre de 2021.

Segundo ele, o Estado vem investindo R$ 6 milhões por mês com recursos próprios na primeira etapa do projeto de duplicação, enquanto as obras de arte complementares representam investimento superior a R$ 50 milhões.

SC-108

Além disso, secretário da Infraestrutura Thiago Vieira informou que já estão planejados outros investimentos como a duplicação do trecho da SC-108 entre Guaramirim e Massaranduba, e no chamado contorno de Jaraguá com ligações das rodovias que cortam os municípios e se interligam com a BR-280 e BR-101, com recursos do BID.

A Acijs também pediu que a governadora interceda junto ao governo federal em favor do credenciamento do setor cardiológico do Hospital São José junto ao SUS, beneficiando pacientes que hoje precisam se deslocar até Mafra, no Planalto Norte. Outra reivindicação é para que a região receba de 30 a 40 policiais da nova turma em formação pela PM.

Reavaliação do mapa de risco

O presidente da Acijs também reiterou o pedido formalizado pelo Comitê de Gestão da Covid-19 para que Jaraguá do Sul tenha uma reavaliação no mapa de risco, considerando que o município se destaca no enfrentamento da pandemia e tem um dos menos índices de mortalidade no Estado.

A presidente do Comitê Emanuela Wolf, entregou para a governadora documento com informações sobre as ações e pediu a atenção para que o município não se mantenha com os mesmos parâmetros de avaliação de municípios em situação mais grave.

Telegram Jaraguá do Sul