O governador Carlos Moisés participou de um encontro virtual na tarde de segunda-feira (21) com membros do Conselho Superior da Acijs (Associação Empresarial de Jaraguá do Sul) e outras lideranças do município para tratar sobre investimentos na área da saúde, infraestrutura e segurança pública.

Moisés reconheceu o trabalho da entidade em relação à infraestrutura, mas também ouviu pedidos para que essa integração entre os poderes se torne ainda mais efetiva.

“Somos uma região que pede retorno ao que contribuímos para a riqueza de Santa Catarina, mas ao mesmo tempo apresentamos proposições que construam essa relação de diálogo com o poder público, visando sempre um ambiente com mais qualidade para todos”, assinala o presidente da Acijs e do Centro Empresarial, Luis Hufenüssler Leigue.

Ele também agradeceu a presença do governador no encontro, designando inclusive a participação de membros da equipe de governo e assumindo compromissos com a região.

No encontro, Moisés assegurou que a licitação para as obras de arte no trecho que está sendo executado na parte urbana da BR-280 entre Guaramirim e Jaraguá deve ser definido em janeiro, com início dos serviços logo em seguida.

Entre as melhorias, os elevados nas proximidades da antiga fábrica Mannes e sobre o rio na Ponte do Portal, somando recursos superiores a R$ 50 milhões.

O governador prometeu empenho em alterar o enquadramento do Hospital São José na política de recursos do Estado a instituições filantrópicas e em aumentar o efetivo da PM após a Operação Veraneio, com deslocamento de soldados recém-formados.

Ao avaliar o resultado do encontro, o presidente da Acijs reforçou a importância da atenção do Estado em buscar junto com as pautas estruturantes, o incremento da atividade econômica.

“Este é um tema que esperamos tratar ainda mais junto ao governo, porque são as iniciativas de fomento ao empreendedorismo, em áreas como a inovação e no apoio a setores mais atingidos pela pandemia, como as micro e pequenas empresas, que assegurarão capacidade econômica para vencermos a crise.

 

Se 2020 tem sido um ano de desafios, com dificuldades de crédito que comprometeram muitas atividades, precisamos construir agendas que avancem além das questões de infraestrutura que poderiam ter sido resolvidas muito antes da crise”, completa.

 

Com informações da assessoria de imprensa

Telegram Jaraguá do Sul