O governador Carlos Moisés elencou os principais investimentos do Estado na capital catarinense durante o evento de comemoração dos 107 anos da Associação Empresarial de Florianópolis (Acif) na noite desta quinta-feira, 26. Ele citou especialmente as obras de infraestrutura, como a reforma das pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos, a revitalização da SC-401 – a rodovia estadual mais movimentada de Santa Catarina – a entrega do novo acesso ao Sul da Ilha e a reinauguração da Ponte Hercílio Luz.

Segundo o governador, essas eram demandas antigas da população florianopolitana que foram tiradas da agenda. Carlos Moisés afirmou ainda que, assim como a capital, as cidades de todas as regiões catarinenses estão sendo aquinhoadas com recursos do Governo do Estado. Sobre a Ponte Hercílio Luz, o chefe do executivo lembrou que o edital para a iluminação cênica já foi lançado.

“Essa vai ser a cereja do bolo. Teremos essa ponte iluminada, trocando de cores, e atraindo mais pessoas. O setor de turismo foi muito combalido pela pandemia e será beneficiado com esse equipamento. Precisamos fazer com que as pessoas venham visitar Florianópolis cada vez mais”, afirmou.

Em relação à saúde, Carlos Moisés citou a construção de um novo complexo hospitalar na capital, cujo projeto já foi finalizado. A estrutura reunirá em apenas um local as estruturas que atualmente ocupam quatro hospitais e maternidades da cidade. Sobre o Plano 1000, o governador lembrou que a capital terá direito a mais de R$ 500 milhões. Atualmente, estão sendo analisados pelos técnicos do Estado alguns projetos apresentados pela prefeitura, que somam quase R$ 200 milhões.

No início de seu discurso, o governador falou sobre a importância da parceria do setor privado no combate à pandemia de Covid-19. Em Florianópolis, os empresários ajudaram na montagem de estruturas para atender pacientes afetados pelo novo coronavírus, evitando a superlotação dos hospitais públicos em alguns momentos. Também foi salientado o incremento do diálogo, por meio da criação de grupos de trabalho, com o setor produtivo, duramente afetado por algumas medidas tomadas para evitar os contágios.

Carlos Moisés também enalteceu a história centenária da ACIF, que representa o empresariado de Florianópolis, e entregou a medalha da Ordem do Mérito Empresarial ao ex-presidente da instituição Dilvo Tirloni.