“Nosso projeto vai dar certo”, afirmou o governador Moisés, em primeira reunião com o colegiado | Foto Maurício Vieira/Secom

“Nosso projeto vai dar certo”, afirmou o governador Moisés, em primeira reunião com o colegiado | Foto Maurício Vieira/Secom

Tomaram posse na manhã desta quarta-feira (2), os novos secretários de Estado e secretários executivos, do primeiro escalão do Governo Moisés.  Eles assumiram os cargos existentes na estrutura administrativa atual.

Somente depois de aprovada pela Assembleia Legislativa é que a estrutura será oficialmente adaptada ao novo modelo de gestão proposto pelo governador Carlos Moisés e pela vice Daniela Reinehr. Assim, os nomes anunciados para novas estruturas, como a Controladoria Geral do Estado e a Governança e Integridade, só poderão tomar posse após a reforma.

“Hoje estamos reafirmando a confiança no trabalho das pessoas que foram escolhidas para fazer as mudanças que Santa Catarina precisa”, enfatizou o governador Moisés.

Ele destacou que os nomes foram aprovados por critérios técnicos, de acordo com a missão de entregar o melhor serviço público ao cidadão catarinense.

A vice-governadora Daniela Reinehr lembrou o grupo da responsabilidade com o desejo da sociedade em mudar.

“Nós fomos escolhidos porque somos livres dos hábitos e vícios da velha política, temos o compromisso de fazer diferente e melhor, isso representa um peso enorme sobre os nossos ombros, mas também uma honra em desempenhar essa missão”, destacou.

O secretário Douglas Borba, novo titular da Casa Civil, fez o juramento em nome do Colegiado e discursou em nome dos empossados, reforçando o compromisso do grupo com o novo modelo de gestão pública do Executivo catarinense.

“É o início de um novo tempo para Santa Catarina. Somos todos responsáveis pela mudança que a sociedade espera. Não vão faltar dedicação e empenho para entregar um serviço público com a qualidade que o cidadão merece”, disse.

Veja quem são os novos secretários

  • - Secretaria Executiva de Comunicação: Ricardo Dias;
  • - Secretaria Executiva da Articulação Nacional: Diego Goulart;
  • - Secretaria Executiva da Casa Militar: coronel João Carlos Neves Júnior;
  • - Secretaria Executiva da Defesa Civil: João Batista Cordeiro Júnior;
  • - Secretaria de Estado da Casa Civil: Douglas Borba;
  • - Secretaria de Estado da Administração: Jorge Eduardo Tasca;
  • - Secretaria de Estado da Administração Prisional: Leandro Antônio Soares Lima;
  • - Secretaria de Estado da Agricultura e Pesca: Ricardo de Gouvêa;
  • - Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável: Lucas de Souza Esmeraldino;
  • - Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social: Maria Elisa da Silveira de Caro;
  • - Secretaria de Estado da Educação: Natalino Uggioni;
  • - Secretaria de Estado da Fazenda: Paulo Eli;
  • - Secretaria de Estado da Saúde: Helton de Souza Zeferino
  • - Procuradoria Geral de Santa Catarina; Célia Iraci da Cunha
  • - Colegiado Superior de Segurança Pública: coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior (PM); Paulo Norberto Koerich (PC); coronel João Valério Borges (BM); Giovani Eduardo Adriano (IGP)

Reuião

Após as assinaturas dos termos de posse, o governador Moisés e a vice Daniela realizaram, no gabinete, a primeira reunião com os secretários do primeiro escalão.

Ao reforçar o compromisso em realizar as mudanças que permitirão um Governo mais eficiente, Moisés depositou no grupo a confiança de ter escolhido as melhores pessoas.

“Nosso projeto vai dar certo, as pessoas que estão aqui são técnicas e competentes, foram escolhidas para fazer a coisa certa. Nós não somos uma ilha, se estamos aqui é porque precisamos entregar um trabalho de qualidade a quem precisa de nós”, expressou o governador.

Na primeira conversa com os secretários, Moisés disse que a equipe precisa refletir o lema do novo Governo, atuando com respeito e lealdade. Devolver a esperança da sociedade de que é possível fazer gestão pública com responsabilidade e livre de amarras que resultam em desperdício e corrupção também é um dos compromissos assumidos pela nova gestão.

O governador também informou que as reuniões serão quinzenais e que é fundamental a comunicação entre as pastas como forma de pensar as decisões em conjunto e otimizar os processos que refletem em respostas mais rápidas e eficientes às prioridades de Santa Catarina.

*Com informações da Secretaria de Comunicação do Governo do Estado

Quer receber as notícias no WhatsApp?