Foto: Divulgação/Mauricio Vieira/Secom
Foto: Divulgação/Mauricio Vieira/Secom

O governador Carlos Moisés (PSL) anunciou nesta quarta-feira (23) a chamada de novos policiais militares e civis para compor o efetivo da Segurança Pública em Santa Catarina.

Serão 35 oficiais e 500 praças para a Polícia Militar. A Polícia Civil será reforçada com 104 agentes e 68 escrivães.

No caso dos oficiais militares, a chamada é imediata. Os praças, agentes e escrivães serão convocados em dezembro, com início da formação previsto para janeiro de 2021.

O chefe do Executivo catarinense destacou que o número de novos policiais foi determinado mediante os limites fiscal e legal. Segundo ele, o reforço no efetivo é necessário para ampliar ainda mais o sentimento de segurança da população.

“Temos alguns dos menores índices de criminalidade no país. Essa chamada é importante para reforçar os nossos efetivos tanto da Polícia Militar quanto da Polícia Civil. Nossas forças de segurança ficarão ainda mais qualificadas com a chegada desses novos profissionais”, destaca Carlos Moisés.

Para o delegado-geral da Polícia Civil Paulo Koerich, os novos policiais representam um investimento na Segurança Pública como um todo: “esses novos profissionais farão com que a Polícia Civil possa prestar um melhor serviço à sociedade catarinense”.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Dionei Tonet, afirma que os novos quadros representam uma recomposição do efetivo da Corporação.

“Esse é um ato muito importante para voltarmos ao nosso limite prudencial. Agradecemos esse gesto do governador, que demonstra um comprometimento com a sociedade ao melhorar as condições de segurança."

Todos os chamados foram aprovados por concursos públicos realizados nos anos anteriores.

*Fonte: Secretaria Executiva de Comunicação do Estado

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul