O governador eleito Carlos Moisés da Silva anunciou nesta segunda-feira (17) três novos nomes que farão parte de sua gestão. Destaque para Célia Iraci da Cunha, que será a Procuradora-Geral do Estado a partir de janeiro de 2019.

Além dela, Ricardo de Gouvêa será o secretário de Estado da Agricultura e Pesca e Valdez Rodrigues Venâncio vai comandar o Instituto do Meio Ambiente (IMA).

Procuradora está na PGE desde 2006

A segunda mulher anunciada para compor a equipe do futuro governo, Célia Iraci da Cunha é funcionária pública estadual desde 2001, quando ingressou como Técnica Judiciária no Tribunal de Justiça.

Célia Iraci entrou para a Procuradoria-Geral do Estado em 2006, por meio de concurso público. Por cinco anos atuou como Procuradora Regional de Chapecó, nas áreas fiscal e contenciosa.

Em 2012, passou a atuar na Capital, nas áreas do Contencioso: gestão de ações repetitivas, patrimonial, administrativa e execução de sentença; Consultoria Jurídica; e em pareceres nas mais diversas áreas. Ela é a segunda mulher a comandar a Procuradoria-Geral desde de 1997.

Cel. da PM vai para o IMA

Valdez Rodrigues Venâncio (C) é Coronel da Polícia Militar da Reserva e iniciou sua carreira no Estado em 1987 | Foto Susi Padilha

Valdez Rodrigues Venâncio é Coronel da Polícia Militar da Reserva e iniciou sua carreira no Estado em 1987 e será o presidente do IMA.

Venâncio é graduado em Direito pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali), especialista em Educação Ambiental pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), em Administração de Segurança Pública pela Unisul, em Gestão Estratégica de Segurança Pública pela Unisul e é Mestre em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Participou do grupo de estudos de Direito Ambiental e Ecologia na Sociedade de Risco (GPDA), integra a Academia de Letras do Militares Estaduais (ALMESC), ocupando a cadeira nº 29, atuou por 10 anos junto ao Conselho Estadual do Meio Ambiente (CONSEMA-SC), sendo Presidente da Câmara Técnica jurídica do Conselho nos anos de 2004 e 2005, atuou na câmara técnica de Florestas. Também atuou no Conselho Estadual de Recursos Hídricos (CERH-SC).

Na PM auxiliou na implantação da Polícia Ambiental, onde atuou por 15 anos e foi Comandante do Batalhão (BPMA). Foi comandante da 3ª/2º BPM – Chapecó. Também foi gerente de projetos da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Chefe da Casa Militar da Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

O IMA, na futura estrutura de governo, estará vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo.

Secretário da Agricultura e Pesca vem do agronegócio

Ricardo de Gouvêa, tem mais de 30 anos de experiência no agronegócio | Foto Susi Padilha

Ricardo de Gouvêa, tem mais de 30 anos de experiência no agronegócio e assumirá o comando da pasta, que representa 14% do PIB do Estado. Antes do anúncio, o chefe da pasta conversou com a vice-governadora, que atua fortemente no setor, para uma troca de informações essenciais ao desenvolvimento da área.

Gouvêa é conselheiro executivo e fundador do Instituto Catarinense de Sanidade Agropecuária (ICASA), diretor executivo do Sindicato das Indústrias de Carnes e Derivados no Estado de Santa Catarina (SINDICARNE) e da Associação Catarinense de Avicultura (ACAV). Também é membro do Conselho Temático do Agronegócio na Confederação Nacional da Indústria (COAGRO/CNI), além de fazer parte do Conselho da Associação de Proteína Animal (ABPA).

 

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?