Segundo a Secretaria de Planejamento e Urbanismo da Prefeitura de Jaraguá do Sul e a Diretoria de Trânsito, entre 2017 e 2018 foram implantadas nove faixas elevadas na cidade, que substituíram 20 faixas de lombadas eletrônicas de 40 quilômetros por hora.

Além disso, mais nove faixas elevadas foram implantadas em locais onde não havia faixas de lombadas eletrônicas, totalizando 18 faixas elevadas. Foram implantadas mais duas lombadas físicas (não elevadas) no município.

Outro dado, é que desde o início de 2017 até agosto de 2018, não foram implantados novos semáforos, porém três que estavam inativos foram ativados.

Com relação a mudanças no sentido de ruas, várias foram realizadas como nas ruas Expedicionário Cabo Harry Hadlich, Walter Jansen e Luiz Sarti que mudaram para sentido único.

Segundo o diretor de Trânsito e Transporte, Irio Riegel, somente este ano entre borda de pista e eixo central de ruas foram executadas mais de 35.500 mil metros lineares de pintura a frio e 2.840 metros lineares de pintura a quente.

Também foram implantados 11 novos pontos de ônibus e realizada a manutenção dos existentes. Foram implantadas no município novas ciclofaixas totalizando 7.021 metros lineares, além do conserto e revitalização das ciclofaixas existentes.

Alguns exemplos são: a ciclofaixa na região do Rodeio (Três Rios do Sul), na rua Prefeito José Bauer (Rau) e a atual implantada na Vila Lenzi.

Através da ouvidoria e do Programa de Integração com a Comunidade – PIC já foram resolvidas em 2018, 260 solicitações de munícipes com relação a assuntos de trânsito.

Outras ações desenvolvidas periodicamente são:

  • Alterações de sinalização;
  • Manutenção de faixas de pedestre;
  • Consertos e limpeza de placas de sinalização;
  • Colocação de espelhos;
  • Limpeza de pontos de ônibus;
  • Pinturas de meio fios e de vagas para idosos e deficientes.

De acordo com o secretário de Planejamento e Urbanismo, Eduardo Bertoldi, outra ação desenvolvida foi a implantação do pátio de veículos em Nereu Ramos, onde 1.948 veículos já foram apreendidos, destes 1.657 liberados e 291 estão retidos.

“Outras ações estão sendo planejadas e serão executadas, visando a melhoria no trânsito e também o embelezamento da cidade, como o projeto de Lei n° 221/2018, do Executivo, que foi aprovado recentemente pelos vereadores", destaca Bertoldi.

O projeto autoriza a prefeitura a outorgar permissão ou concessão de uso, remunerada de placas de nomenclatura de vias e logradouros, de placas do tipo pórticos e semi-pórticos e de placas metálicas de defensas para exploração econômica de publicidade pela iniciativa privada.

A autorização se dá mediante prévio procedimento licitatório, onde serão substituídas 100% das placas de logradouros, padronizando as existentes, seguindo o mesmo modelo utilizado na capital São Paulo.

Quer receber as notícias no WhatsApp?

Com informações de assessoria de imprensa