O candidato a governador de Santa Catarina Gelson Merisio (PSD) prestigiou mais uma vez a Associação Empresarial de Joinville em reunião com as lideranças empresariais da maior cidade de Santa Catarina, na noite desta quarta-feira (17). Mais de 300 pessoas participaram do encontro.

“Venho ratificar os compromissos que já assumimos com Joinville, com a Carta de Joinville, e reforçar nosso compromisso com um Estado enxuto, com o fim das regionais e com o corte de 1200 dos 1400 cargos comissionados”, afirmou Merisio.

Ele destacou também que tem um apreço único pelo modelo de voluntariado dos bombeiros voluntários Por isso, ele acredita que quer consolidar o modelo.

“Vim uma vez e viria mais cinco se assim a ACIJ pensar necessário para dialogarmos”, afirmou Merisio, que se baseou nas reuniões que realizou em Joinville para elaborar as propostas construídas para o município pelo candidato.

Merisio também destacou propostas pra os micro-empreendedores no encontro:

“Primeiro passo é elevarmos o teto estadual do Simples, que é diferente do Nacional. É um compromisso com o Estado que tem no modelo da micro e pequena empresa um de seus maiores patrimônios”

Confira os seis compromissos da Carta de Joinville

  1. Colocar Joinville no centro das decisões: As Secretarias do Desenvolvimento Econômico e da Infraestrutura serão comandadas por representantes da cidade, portanto 20% do total de 10 secretarias caso seja eleito.
  2. Assumir a folha de pagamento do Hospital São José: e devolvendo a capacidade de investir por parte do município.
  3. Ampliar o efetivo da PM local em pelo menos 1 mil policiais, iniciando as contratações já em 2019.
  4. Investir na mobilidade urbana: Duplicação da estrada Hans Dieter Schmidt/Edgar Meister, com elevado na confluência com a rua Dona Francisca; Implantação da Avenida Almirante Jaceguay até a ligação com a BR-101; Duplicação da rua Ottokar Doerffel.
  5. Garantir continuidade das atividades da Escola do Teatro Bolshoi e garantir aos Bombeiros Voluntários a total exclusividade no exercício das suas atividades.
  6. Manter a atuação da escola técnica Tupy, outro dos patrimônios de Joinville.

*Com informações de Assessoria de Imprensa

Quer receber as notícias no WhatsApp?