Os eleitores com deficiência que possuem alguma restrição de locomoção e ainda não informaram a Justiça Eleitoral têm até o dia 23 de agosto para procurar o Cartório Eleitoral responsável pelo seu domicílio eleitoral e comunicar a sua necessidade especial.

Como essa é uma transferência temporária, o eleitor com deficiência que necessitar de uma transferência definitiva para uma seção adequada deve procurar novamente a Justiça Eleitoral após a reabertura do cadastro, em novembro, para realizar a solicitação.

Atualmente, o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina contabiliza, no estado, 10.847 eleitores com deficiência de locomoção.

* Com a informações do TRE

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?