Foto OCP News
Foto OCP News

O número de votos em branco e nulos diminuiu nas eleições municipais de 2020 em Jaraguá do Sul em relação ao pleito de 2016. Por outro lado, o número de eleitores que deixou de votar aumentou.

É o que mostra levantamento feio pelo OCP News com dados do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC). Nestas eleições, no dia 15 de novembro, o total de votos brancos e nulos foi de 9.545, o que representa 10,7% do eleitorado que participou do pleito, que foi de mais de 89,4 mil pessoas.

Em 2016, foram 11.826 eleitores que optaram por anular seu voto ou deixá-lo em branco nas eleições daquele ano, uma parcela de 12,2% do total de eleitores votantes, número que somou cerca de 96,6 mil pessoas na época.

Os números mostram que os eleitores de Jaraguá do Sul que foram às urnas em 2020 decidiram usar seu voto para indicar uma preferência e participar ativamente da escolha, já que os votos em branco e nulos não são considerados válidos pela Justiça Eleitoral, portanto, não interferem no resultado da eleição.

Neste ano, a campanha eleitoral de Jaraguá do Sul começou com a participação na disputa do então candidato Ivo Konell (PRTB). Mas, poucos dias antes da votação, a Justiça Eleitoral impugnou a candidatura da chapa, decidindo que os votos dados a Konell seriam considerados nulos.

Mesmo assim, a chapa fez 1.246 votos, que aparecem como nulos técnicos no relatório oficial do resultado da eleição.

Abstenção

Quanto ao índice de abstenção em 2020, o número de eleitores que participou das eleições municipais diminuiu. Em 2016, dos mais de 114,3 mil eleitores, quase 85% decidira ir às urnas, percentual que caiu para 78,3% agora neste ano de 2020, uma abstenção de 21,7%.

A taxa em Jaraguá do Sul, apesar de alta, ficou menor do que a registrada na média em Santa Catarina. O índice de abstenção no primeiro turno no estado neste ano foi de 22,47%.

A pandemia do coronavírus é vista como um dos motivos principais para que eleitores tenha permanecido em casa, devido ao risco de contaminação.

Comparando o índice de abstenção de 2020 de Jaraguá do Sul com o de 2012, a diferença é ainda maior. Há oito anos, o número de eleitores em Jaraguá do Sul era de pouco mais de 106 mil, e cerca de 87,1% compareceu às urnas, uma ausência de menos de 13% do eleitorado.

Proporcional

Na eleição proporcional, para a escolha dos vereadores do município, os dados do TRE-SC mostram que os eleitores preferiram dar seu voto diretamente a um candidato, que é o chamado voto nominal, em vez de votar no partido, chamado voto na legenda.

Do total de votos válidos, quase 96% foram para o candidato, enquanto pouco mais de 4% (3.360) foram dados aos partidos. Os sufrágios para a legenda vêm caindo nas eleições municipais, desde 2012. Naquele ano, foram 5,25% do total de votos válidos.

 

Telegram Jaraguá do Sul