A Associação Empresarial de Criciúma (Acic), o Fórum das Entidades de Criciúma (Forcri) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma deram início nesta terça-feira, 6, à entrega dos pleitos da classe empresarial aos candidatos à prefeitura de Criciúma.

Nos primeiros encontros, foram recebidos Anibal Dário e Lisiane Tuon, da Coligação Juntos, Criciúma Cresce Mais (MDB / DEM); Cosme Manique Barreto e Pedro Cesar da Silva Faraco, do Podemos.

Foto: Lucas Sabino

Os candidatos a prefeito tiveram 20 minutos para expor seus planos de governo, que podem ser consultados pela internet, na página DivulgaCand Contas.

Fotos: Divulgação Acic

A seguir, conheceram os pleitos elencados a partir das demandas captadas e organizadas pelas entidades. Fechando o encontro, receberam o documento com as prioridades, abrangendo as áreas de planejamento e investimentos, atração e manutenção de empresas, inovação, infraestrutura viária e mobilidade, gestão pública, tributação, saúde e educação.

“Essa união das entidades demonstra o quanto queremos que Criciúma tenha sucesso. A classe empresarial, as organizações, a comunidade, todos sabem do que a cidade precisa. Promover o diálogo sobre essas necessidades é o primeiro passo para que as ações possam ser executadas e as prioridades comecem a ser atendidas”, entende o presidente da Acic, Moacir Dagostin.

Tanto Anibal Dário quanto Cosme Manique Barreto elogiaram a iniciativa das entidades e consideraram o evento desta terça-feira de extrema importância para debater as demandas e buscar possíveis soluções.

“Estamos felizes por verificar que muitos dos pleitos apresentados pelas entidades foram também identificados nos diálogos que tivemos com a sociedade e incluídos em nosso plano de governo”, afirmou Dario.

“Ouvimos esses pleitos de várias vozes e em vários locais. O que as lideranças (empresariais) estão pedindo podem ser executadas e estão muito dentro do que pensamos em realizar pela cidade”, disse Manique Barreto.

Próximos encontros

A série de encontros será retomada nesta quarta-feira, 7, tendo como convidados Francisco Carlos Balthazar e Júlio Bittencourt, do Partido dos Trabalhadores (PT); Julia Zanatta e Allison Pires, da Coligação Criciúma Acima de Tudo. Deus Acima de Todos (PSL / PTB / PL).

Na quinta-feira, 8, outros dois encontros encerram a série, com os candidatos Clésio Salvaro e Ricardo Fabris, da Coligação Criciúma no Caminho Certo (PSD / PP / Republicanos / Avante / Patriota / Solidariedade / PSDB); Rodrigo Minotto e Wagner Fermino Scarsi, da Coligação Criciúma Melhor É Possível (PC do B / PDT / PSB).

Todos os encontros serão disponibilizados no You Tube da Acic. Os candidatos Ederson da Silva e Pedro Rogel Angelo, do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU), também foram convidados a participar, mas declinaram do convite.

PLEITOS

ATRAÇÃO E MANUTENÇÃO DE EMPRESAS

- Definir áreas para a indústria, com revisão das áreas residenciais e mistas no Plano Diretor;

- Criar distritos industriais e promover melhorias nos já existentes, prevendo incentivos para implantação de novas empresas;

- Implantar um serviço de apoio aos investidores e aos negócios;

- Ampliar e aprimorar os serviços, reduzindo burocracia, para incentivo aos microempreendedores;

- Disponibilizar um balcão único aos novos investidores, contemplando áreas disponíveis e exigências legais para cada atividade;

- Transformar o Porto Seco em distrito Industrial com incentivos.

PLANEJAMENTO E INVESTIMENTOS

- Implementar e executar o plano estratégico de desenvolvimento socioeconômico;

- Implementar ações relacionadas ao planejamento regional;

- Desenvolver uma campanha com as potencialidades socioeconômicas de Criciúma com divulgação permanente;

- Aplicar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) no plano de governo e nas políticas públicas;

- Implantação de usina de reciclagem de resíduos.

INOVAÇÃO

- Apoiar a consolidação do Centro de Inovação de Criciúma;

- Instalar pontos de Wi-Fi gratuitos nos parques e praças;

- Inserir o município nos conceitos de “Cidade Inteligente”;

- Promover a transformação digital dos serviços de trânsito, segurança e atendimentos de saúde;

- Garantir o acesso à internet para famílias de baixa renda;

- Definir áreas para a implantação de empresas de tecnologia e pesquisas;

INFRAESTRUTURA VIÁRIA E MOBILIDADE

Planejar e executar ações para a mobilidade urbana;

- Sincronização do sistema de semáforos;

- Reforço na sinalização de trânsito e identificação de ruas;

- Estudo de fluxo de tráfego;

- Conclusão do Binário da Santos Dumont;

- Conclusão do Anel de Contorno Viário;

- Implantação de ciclovias;

- Revitalização das calçadas;

- Unificar e simplificar os parâmetros urbanísticos, quanto aos recuos e afastamentos, de acordo com a altura da edificação;

Fortalecer o Sistema de Transporte Coletivo

- Redimensionar o sistema de transporte coletivo com conexão intermunicipal;

- Ampliar o número de linhas e frequência de ônibus para as áreas industriais.

Modais Regionais

- Liderar o processo regional para ampliar destinos e oferta de voos no Aeroporto Regional de Jaguaruna; Novas rotas de Navios para o Porto de Imbituba e a utilização da malha ferroviária regional para o transporte de pessoas;

GESTÃO PÚBLICA

- Zelar pelo equilíbrio das contas públicas, reduzindo o custo operacional e ampliando os recursos para investimentos na ordem de 25% da receita anual do município;

- Efetivar a reforma do CriciúmaPrev, garantindo sustentabilidade financeira do Instituto;

- Promover a Reforma Administrativa no Executivo, de modo que o comprometimento da receita com despesas de pessoal direto e indireto não ultrapasse 40%;

- Instituir uma controladoria independente e permanente, garantindo transparência nas contas públicas;

- Dar transparência à estrutura e funcionamento da AFASC e Fundações Municipais;

- Buscar a redução do percentual de repasse do Executivo para Câmara de Vereadores;

- Desenvolver um programa de digitalização e desburocratização dos processos da gestão pública municipal;

- Elaborar projetos para captação de recursos em alçadas estaduais e federais.

TRIBUTAÇÃO

- Criar incentivos fiscais, revendo os valores de ISS e IPTU, ITBI e Alvará, com o intuito de atrair e reter empresas;

- Implantar políticas de isenção do alvará para empresas de baixo risco.

- Conceder incentivos fiscais para empresas que aplicam em sua gestão os ODS;

- Implantar o Programa IPTU Verde.

EDUCAÇÃO

- Ampliar os programas de informatização das escolas com conexão em rede de internet;

- Implantar e investir em programas de capacitação continuada dos profissionais e professores, buscando melhorar o desempenho das escolas municipais no IDEB;

- Evoluir no mínimo 10% o IDEB anual do município;

- Implantar programas de integração entre as famílias e escola;

- Implantar um Colégio Cívico Militar;

- Criar programas para melhorar a aprendizagem de Matemática e Inglês, com foco na demanda crescente em áreas voltadas à tecnologia e à inovação.

- Implantar programas de qualificação profissional nos níveis de ensino do Município.

SAÚDE

- Digitalizar os processos de agendamento de consultas com especialistas;

- Garantir o acesso da população aos exames e procedimentos de responsabilidade do município;

- Estabelecer metas para ampliação do saneamento básico.

- Apoiar a implantação do Serviço Aeromédico.

 

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul