As eleições de 2018 estão chegando e o dia da votação é sempre cercado por muitas dúvidas dos eleitores. E este ano, a entrada da tecnologia, o sistema biométrico e mudanças na ordem de votação geram ainda mais incertezas.

Pensando nisso, a Rede OCP News preparou um pequeno guia com todas as informações que você precisa saber na hora de votar. Fique atento e exerça a sua cidadania de maneira consciente.

Horários

O primeiro turno das eleições de 2018 está programado para este domingo, dia 7 de outubro. O eleitor poderá ir a sua seção entre 8h e 17h.

Com o número maior de candidatos para votar e a implantação biométrica, a tendência é haver mais filas. Por isso, a recomendação é para que o eleitor chegue cedo ao local de votação.

Se o eleitor chegar antes das 17h e se deparar com fila, não precisa se preocupar. A Justiça Eleitoral vai disponibilizar senhas para que todas as pessoas que chegarem até o horário possam votar.

Documentos

O eleitor deve se dirigir à sua seção eleitoral e apresentar ao mesário um documento oficial com foto (carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação). Não é obrigatório apresentar o título de eleitor para votar.

Identificação biométrica

A biometria para eleições é obrigatória em 2,8 mil municípios brasileiros, entre eles Jaraguá do Sul. Após digitar o número do título de eleitor, o mesário vai solicitar que o cidadão posicione o dedo no leitor biométrico.

Quando compareceu ao cartório para a biometria, o eleitor cadastrou os dez dedos das mãos, tirou uma fotografia e registrou uma assinatura digitalizada, mas somente os polegares e indicadores serão utilizados para confirmar a identidade no momento do voto.

Caso não haja a identificação biométrica do eleitor por até quatro tentativas, ele deverá assinar a folha votação.

Título de Eleitor online

A maior novidade destas eleições é o e-título, aplicativo desenvolvido pela Justiça Federal. Com ele, os usuários do Android e iPhone podem acessar uma versão virtual do seu título

eleitoral e deixar a versão impressa em casa. No entanto, durante a votação, o aparelho terá que ficar retido pelos mesários.

Ordem de votação

Diferentemente de 2014, quando o primeiro voto era destinado ao deputado estadual, neste ano o eleitor vai escolher primeiro o candidato a deputado federal. No primeiro turno, é preciso votar em seis candidatos diferentes.

Um dos pontos que pode causar estranheza nos eleitores é que esse ano ocorre a renovação dupla no Senado, por isso é necessário votar em dois senadores. Caso o eleitor vote duas vezes no mesmo candidato, o segundo voto será anulado.

Com as novidades, a ordem de votação será a seguinte:

  • Deputado federal - quatro dígitos
  • Deputado estadual - cinco dígitos
  • Senador 1 - três dígitos
  • Senador 2 - três dígitos
  • Governador - dois dígitos
  • Presidente - dois dígitos

O que não pode levar

Na cabine de votação não é permitido o uso de celular, máquina fotográfica, filmadora ou qualquer outro instrumento que possa comprometer o sigilo do voto.

O uso do celular é proibido mesmo que seja para servir como uma cola na hora dos votos. A Justiça Eleitoral incentiva a colinha de papel com o número dos candidatos.

Maiores colégios eleitorais de Jaraguá do Sul

Jaraguá do Sul tem 53 locais de votação espalhadas na 17ª e 87ª zona eleitoral. Ao todo são 109.363 eleitores que estão aptos a votar em 355 seções da cidade, segundos dados da Justiça Eleitoral.

Os cinco locais que mais têm eleitores em Jaraguá do Sul são:

1- Escola Duarte Magalhães, rua Ângelo Rubini, Barra do Rio Cerro - com 5.089 eleitores
2- Escola Antônio Estanislau Ayroso, na rua Bertha Weege, Jaraguá 99 - com 4.446 eleitores
3- Escola Renato Pradi, na rua Carlos Tribes, São Luis - com 4.313 eleitores
4- Escola Albano Kanzler, na rua Lourenço Kanzler, Nova Brasília - com 4.069 eleitores
5- Centro Universitário Católica SC, na Rua dos Imigrantes, Rau - com 3.864 eleitores

Apesar de não ter nenhum local entre os cinco que mais têm eleitores na cidade, o Centro é o bairro que abrange o maior número de eleitorado, com 16.174 eleitores.

Na sequência tem o bairro Ilha da Figueira, com 7.841, um aumento de 644 pessoas em relação a eleição de 2016. O bairro Rau, mesmo tendo apenas dois locais de votação, ocupa a terceira posição, com 7.490 cidadãos podendo votar.

O bairro Barra do Rio Cerro e o Centro foram os que mais perderam eleitores em comparação a eleição passada. Com 7.264, o primeiro tem 1.275 pessoas a menos do que 2014. Enquanto na região central são 2.708 eleitores a menos.

O maior colégio eleitoral da região fica na escola Almirante Tamandaré, em Guaramirim. Contando com 15 seções, o local deve receber 5.106 eleitores.

Confira o número nos demais municípios da região:

Guaramirim

  • 30.133 eleitores;
  • 22 locais;
  • 86 seções.

Schroeder

  • 13.418 eleitores;
  • 7 locais;
  • 39 seções.

Massaranduba

  • 12.515 eleitores;
  • 15 locais;
  • 42 seções.

Corupá

  • 10.891 eleitores;
  • 6 locais;
  • 39 seções.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?