O OCP continua neste sábado (15) com a série de entrevistas com os candidatos da região a deputado estadual. Confira as principais propostas.

"Precisamos de representantes comprometidos com todos”

Nascido em Arapongas (PR), Everaldo Corrêa (PV), 66 anos, mora em Jaraguá do Sul há 25 anos. É aposentado, consultor previdenciário e empresário, fundador da Comunidade Negra de Jaraguá do Sul (Conejas), da Associação dos Dependentes do INSS e da Associação Diamantes da Vila Lenzi, entidade que reúne crianças e jovens de oito a 15 anos para prepará-los para o esporte.

Filiou-se ao PV em 2017, já participou de três eleições, uma para deputado federal e duas para vereador, ficando como suplente nas duas para vereador.

Porque que quer ser deputado estadual?

Coloquei-me à disposição para concorrer pensando em nossa sociedade catarinense, em especial a jaraguaense, em meus associados, os aposentados, pensionistas e dependentes da Previdência Social, os associados da Comunidade Negra de Jaraguá do Sul e de modo geral em todas as classes minoritárias, pois precisamos ter representantes com compromissos com todas as classes, sairmos daquele ninho de políticos das elites.

Quais serão suas principais bandeiras?

Quando se fala em bandeiras é difícil ter uma preferência, mas acredito que a principal seria o saneamento básico.

 

A base da qualidade de vida, sustentabilidade, educação, saúde, segurança, habitação, etc, de um país, estado ou cidade encontra-se em seu saneamento básico.

 

Se você não tem um tratamento adequado ou tem um tratamento de efluente que não é bem feito, isso acaba interferindo em diversas atividades.

Como deve ser o comportamento de um político?

O político é uma pessoa igual a todas, seu comportamento político não deve ser diferenciado do seu social, simplesmente ele tem que saber de suas responsabilidades e deveres como político, sua hora de agir na assembleia e na sociedade.

 

Temos como exemplo aqueles políticos que quando em campanha entram em todos os buracos, depois como deputados somente aparecem na cidade para aparecer na mídia.

Como pretende auxiliar a região?

Não votando a favor de aumento de impostos ou tributos, fiscalizando o Executivo com seriedade e competência, procurando acelerar a obra da BR-280 – Rodovia Governador Luiz Henrique da Silveira, que vai de São Francisco do Sul até Dionísio Cerqueira, na fronteira com a Argentina, porque prevê um traçado de mudança, deixando de passar pelo perímetro urbano central de nossa cidade, voltando a ser pista única próximo ao limite com Corupá, desafogando o trânsito.

Quer receber as notícias no WhatsApp?