A Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul divulgou nesta terça-feira (27 de junho de 2017) as despesas dos gabinetes dos vereadores referentes ao mês de maio deste ano. No total, somando-se os gabinetes dos 11 vereadores e o da presidência, foram gastos no mês R$ 2.717,13 envolvendo custos com materiais de expediente, telefonia móvel, impressões, fotocópias, correspondências, diárias e deslocamento com o automóvel da Câmara. O vereador Arlindo Rincos (PSD) surge em primeiro lugar na lista, com gastos de R$ 734,52. O vereador que menos gastou neste mês foi Jackson Ávila (PMDB), com R$ 10,92.
Segundo a prestação de contas no site da Câmara, Rincos também é o campeão de gastos mensais deste ano, analisando os números mês a mês. No caso de maio, os maiores gastos do vereador se referem a correspondências, com R$ 213,00. Outras despesas se referem a R$ 11,69 (materiais de expediente), R$ 162,14 (telefonia móvel), R$ 43,89 (impressões e cópias), R$ 14o (diárias) e R$ 163,30 pelo uso do carro da Câmara para deslocamento.
O relatório aponta que os vereadores que ocupam os quatro primeiros lugares na lista de maiores gastos do Legislativo são justamente aqueles quatro que não abriram mão do telefone celular disponível pela Câmara aos vereadores: Arlindo Rincos (PSD), Pedro Garcia (PMDB), Isair Moser (PSDB) e Ademar Winter (PSDB). Em média, os vereadores que não abriram mão do celular pago pelo Legislativo gastaram R$ 162,00 com telefonia celular em maio.
Nos meses de fevereiro e abril, os gastos de Rincos foram superados pelo vereador e presidente da Câmara, Pedro Garcia, isso levando-se em conta a soma das despesas do gabinete de Garcia como vereador e o do gabinete da presidência. Desta forma, em fevereiro, Rincos gastou R$ 328,60 e Garcia, R$ 350,04. Em abril, Rincos gastou R$ 535,15 e Garcia, R$ 574,65.
O chefe administrativo da Câmara, Maurício Silva Rodolpho, informa que não há um valor fixo nem um teto para as despesas mensais dos gabinetes dos vereadores. E que os valores podem oscilar mês a mês. No caso do vereador Rincos, a despesa mais alta em maio pode ser justificada porque ele viajou, pois há uma despesa de diária e de deslocamento, o que resultou no valor mais alto.
Rodolpho explica que quando os vereadores ou seus assessores participam de cursos, por exemplo, os gastos com inscrições e deslocamento também somam nestas despesas de gabinete. No relatório, a Câmara ainda informa que em função de problemas nos computadores que geram o sistema de tarifação, não foi possível apurar o valor dos gastos com telefonia fixa no mês.
A reportagem do OCP online tentou conversar com o vereador Rincos, mas ele não atendeu ao telefone nas três tentativas nem respondeu às mensagens enviadas pelo WhatsApp.
Quanto os vereadores gastaram em maio de 2017
1º: Arlindo Rincos (R$ 734,52)
2º: Pedro Garcia (R$ 361,61 como presidente e R$ 331,71 como vereador)
3º: Isair Moser (R$ 377,65)
4º: Ademar Winter (R$ 278,36)
5º: Ronaldo de Souza (R$ 153,29)
6º: Anderson Kassner (R$ 132,55)
7º: Marcelindo Gruner (R$ 131,26)
8º: Eugênio Juraszek (R$ 106,08)
9º: Jaime Negherbon (R$ 65,73)
10º: Celestino Klinkoski (R$ 33,44)
11º: Jackson Ávila (R$ 10,92)
Despesas reduziram em 2017
Os vereadores de Jaraguá do Sul reduziram substancialmente as despesas com verbas de gabinete neste ano em relação aos anos anteriores. Nestes cinco primeiros meses de 2017, eles gastaram R$ 11.026,88. Em 2016, no mesmo período foram R$ 23.526,53. 
No ano passado, o vereador Arlindo Rincos só apareceu na lista de campeão de despesas no mês de outubro. O campeão geral de despesas em 2016, segundo o relatório da Câmara, foi a vereadora e hoje secretária municipal de Cultura, Esportes e Lazer, Natália Lúcia Petry (PMDB). Em 12 meses de 2016, o nome dela apareceu em sete meses como a que mais gastou, frequentemente com despesas que são o dobro do segundo colocado.
DESPESAS DE 2017
Maio 2017: R$ 2.717,13
Abril 2017: R$ 2.852,18
Março 2017: R$ 1.962,39
Fevereiro 2017: R$ 1.944,32
Janeiro 2017: R$ 1.550,86
DESPESAS DE 2016
Maio 2016: R$ 3.435,22
Abril 2016: R$ 4.475,17
Março 2106: R$ 7.255,13
Fevereiro 2016: R$ 4.698,56
Janeiro 2016: R$ 3.662,85