Deputados de SC visitam os EUA e abrem oportunidades de intercâmbio

Foto: Rodolfo Espínola/Agência AL

Por: OCP News Joinville

21/09/2023 - 16:09 - Atualizada em: 21/09/2023 - 16:54

A Comissão de Relacionamento Institucional, Comunicação, Relações Internacionais e do Mercosul esteve representada, na última semana, pelos deputados Fernando Krelling (MDB) e Neodi Saretta (PT), presidente e vice-presidente do colegiado, em uma agenda de atividades em Washington, nos Estados Unidos.

Na quarta-feira (20) os parlamentares compartilharam os resultados da missão, que trará novas oportunidades para Santa Catarina por meio de intercâmbios e convênios com o país norte-americano.

“Fizemos visitas a universidades e abrimos a possibilidade de criação de um protocolo de intenções com algumas destas instituições para o intercâmbio, de no mínimo 90 dias, entre os jovens catarinenses e americanos”, destaca Fernando Krelling.

“Em uma destas universidades há uma biblioteca com documentos do período de descobrimento, que nem o Brasil tem, e este material poderá estar disponível para nossos estudantes”, complementa Neodi Saretta.

Os deputados também visitaram a Organização dos Estados Americanos (OEA), e na oportunidade iniciaram tratativas para a assinatura de um termo de cooperação entre a Escola do Legislativo da Alesc e a Escola de Governo da OEA.

“Queremos possibilitar que os catarinenses possam participar de eventos da Escola de governo da OEA e já estamos articulando com a direção da Escola da Alesc”, destaca Saretta.

 

Evento com representantes do Banco Mundial

Os deputados também anunciaram que irão convidar representantes do Banco Mundial para um seminário a ser organizado pelo colegiado, com o objetivo de orientar prefeitos, secretários municipais, entre outras lideranças sobre os critérios para a viabilização de financiamentos.

“Os EUA nos enxergam como grande parceiro comercial. Dezessete por cento das nossas exportações no primeiro semestre foram para lá. Agora, este evento pode abrir novos caminhos e possibilidades de investimentos para nosso estado”, finaliza Krelling.