Com os frequentes escândalos de pessoas que furaram a fila para a vacinação, está tramitando na Assembleia Legislativa de Santa Catarina um projeto de lei que pretende tornar a lista de vacinados pública.

Até o momento, 15 casos estão sendo investigados em Santa Catarina.

O deputado Felipe Estevão (PSL) enviou para a Assembleia um Projeto de Lei que propõe disponibilizar, por meio de um portal, os nomes dos vacinados e as informações mínimas concedidas no momento da aplicação da vacina.

As informações são: nome, idade, estabelecimento de saúde, CPF, data de vacinação, grupo prioritário e nome da vacina utilizada.

Importante ressaltar que o CPF teria os 3 primeiros e últimos dígitos censurados.

O PL recebeu apoio fora da Assembleia pelo Ministério Público de Santa Catarina e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Segundo os órgãos, o desrespeito em relação à fila de vacinação prejudica toda a sociedade no combate à pandemia. Ainda, destacam que a medida evitaria os casos de desvios de doses de vacinas.