A pressão popular parece ter surtido algum efeito. Das três resoluções previstas para serem votadas ontem autorizando viagens, diárias e pagamento de inscrições em cursos para vereadores e servidores comissionados, apenas uma foi aprovada. A que estipulava a participação do presidente da Casa, José de Ávila, e de um dos seus assessores em um curso em Florianópolis nem chegou a entrar na pauta. Já a resolução que tratava da ida de Maristela Menel, chefe de gabinete de Ávila, para Natal, em novembro, estava na pauta, mas não foi sequer mencionada. Percebendo que a polêmica estava armada, a bancada de oposição, formada por Jair Pedri (PSD), João Fiamoncini (PSD), Jeferson Oliveira (PSD), Jocimar Lima (PSDC) e Ávila, usou como critério a permanência de Arlindo Rincos (PSD) na próxima legislatura para aprovar a participação dele e de um assessor em um congresso, entre os dias 25 a 28 de outubro, em Curitiba. O grupo ainda contou com voto favorável de Ademar Winter (PSDB). Os cinco vereadores governistas se posicionaram contra a viagem e pelo arquivamento da resolução, mas foram voto vencido.  Se o discurso da oposição pode mesmo ser levado a sério, as duas outras resoluções não passarão pelo plenário porque preveem despesa de dinheiro público com vereador prestes a ser cassado e comissionados que, provavelmente, não estarão no Legislativo no próximo ano. A sessão foi marcada por bate boca e o clima esquentou diversas vezes. O vereador Eugênio Juraszek (PP) aproveitou o embate para cobrar do presidente da Casa a mesma agilidade para votação de projetos de interesse da comunidade e que estão engavetados no jurídico sem nenhum encaminhamento.   A resolução que autoriza Arlindo Rincos (PSD) e seu assessor a fazer curso em Curitiba, foi aprovada por seis votos a cinco na sessão de ontem. VOTARAM A FAVOR DA REALIZAÇÃO DOS CURSOS • ARLINDO RICOS (PSD) • JAIR PEDRI (PSD) • JEFERSON OLIVEIRA (PSD) • JOÃO FIAMONCINI (PSD) • JOCIMAR LIMA (PSDC) • JOSÉ DE ÁVILA (PSC) VOTARAM CONTRA A REALIZAÇÃO DOS CURSOS • ADEMAR WINTER (PSDB) • NATÁLIA PETRY (PMDB) • HIDERALDO COLLE (PMDB) • EUGÊNIO JURASZEK (PP) • AMARILDO SARTI (PSDB)