O avanço da pandemia da Covid-19 em Joinville fez com que as autoridades de saúde acionassem o sinal vermelho na mais populosa cidade do estado.

Nesta quarta-feira (8), a ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) dos hospitais públicos estava perto do limite, e o sistema já é considerado colapsado.

 

 

O deputado estadual Fernando Krelling (MDB) voltou a cobrar o governo do Estado para que providências rápidas e eficazes sejam tomadas para a reforma e a ativação de novos leitos de UTI no Hospital Regional Hans Dieter Schmidt. Os espaços estão fechados para reforma.

Segundo o parlamentar, “é inadmissível o município de Joinville ter criado 40 novos leitos de UTIs, enquanto o Estado abriu apenas 20".

“Além de equipar os leitos, é preciso contratar equipes técnicas com médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas, para poder atender os pacientes de forma adequada”, reforçou Fernand Krelling.

Para o deputado, a situação atual é grave e precisa de respostas rápidas: “Estamos com leitos de UTI Covid-19 100% ocupados no Hospital Municipal São José. Chegamos a quase 100% de ocupação no Hospital Regional Hans Dieter Schmidt. A situação já é caótica, principalmente porque, quando falamos da nossa região, não citamos apenas Joinville, com seus 600 mil habitantes, mas sim todo o Norte e Nordeste do Estado. São mais de um milhão de moradores catarinenses que utilizam nossas estruturas”, pontuou.

O parlamentar cita algumas saídas emergenciais, como abrir os 18 leitos do Hospital Regional (que estão em reforma) o mais breve possível e contratar leitos de UTIs de hospitais privados.

“Se os casos graves seguirem aumentando e nada for feito, no fim de semana não teremos onde acomodar nossos pacientes. Eles terão que ficar entubados em enfermarias, sem atendimento especializado", afirmou.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul